Multidão se reúne na Cinelândia para ato de 'Luto pelo Museu Nacional'

Ato foi motivado pelo incêndio que atingiu o local, na noite de último domingo

Por KARILAYN AREIAS

Estudantes se reúnem em protesto na Cinelândia, no Centro do Rio, contra a falta de investimentos em conservação de patrimônio histórico
Estudantes se reúnem em protesto na Cinelândia, no Centro do Rio, contra a falta de investimentos em conservação de patrimônio histórico -

Rio - Civis, estudantes e funcionários do Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista, que pegou fogo na noite do último domingo, se reúnem na Cinelândia para o ato de 'Luto pelo Museu Nacional' e contra a falta de investimentos em conservação do patrimônio histórico. O protesto começou por volta das 16h desta segunda-feira. 

Um dos presentes no ato é o guia de turismo Arthur Gabriel, de 23 anos. Segundo ele, a presença de todos é importante para pedir mais proteção a outros museus, evitando que essa situação aconteça com outras instituições. "Me sinto como se uma pessoa da minha família tivesse ido", resume.

Mais cedo, estudantes se reuniram na Quinta da Boa Vista também para uma manifestação. Um cordão de isolamento foi feito pela Polícia Militar e, por isso, muitos dos que protestavam tiveram que ficar do lado de fora do parque.

A causa do incêndio ainda não foram identificadas. Segundo o ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, o fogo pode ter sido ocasionado por um curto-circuito ou por um balão. O trabalho de perícia e de investigação será conduzido por agentes da Polícia Federal (PF), da Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio.

O Museus Nacional possuía um acervo de mais de 20 milhões de peças, entre eles um meteorito de 5 toneladas, o primeiro dinossauro montado no Brasil e o mais antigo fóssil humano encontrado no país. O local também foi residência da Família Real. 

Galeria de Fotos

Estudantes se reúnem em protesto na Cinelândia, no Centro do Rio, contra a falta de investimentos em conservação de patrimônio histórico Onofre Veras/Parceiro/Agência O Dia
Estudantes se reúnem em protesto na Cinelândia, no Centro do Rio, contra a falta de investimentos em conservação de patrimônio histórico Onofre Veras/Parceiro/Agência O Dia
Estudantes se reúnem em protesto na Cinelândia, no Centro do Rio, contra a falta de investimentos em conservação de patrimônio histórico Onofre Veras/Parceiro/Agência O Dia
Estudantes se reúnem em protesto na Cinelândia, no Centro do Rio, contra a falta de investimentos em conservação de patrimônio histórico Onofre Veras/Parceiro/Agência O Dia
Estudantes se reúnem em protesto na Cinelândia, no Centro do Rio, contra a falta de investimentos em conservação de patrimônio histórico Onofre Veras/Parceiro/Agência O Dia
Estudantes se reúnem em protesto na Cinelândia, no Centro do Rio, contra a falta de investimentos em conservação de patrimônio histórico Onofre Veras/Parceiro/Agência O Dia
Estudantes se reúnem em protesto na Cinelândia, no Centro do Rio, contra a falta de investimentos em conservação de patrimônio histórico Onofre Veras/Parceiro/Agência O Dia

Últimas de Rio de Janeiro