Integração intermunicipal no VLT a partir de segunda

Benefício será pelo Bilhete Único e tarifas ficarão até R$ 8,55

Por O Dia

Conexão com VLT vale para trem, barcas, metrô, vans e ônibus
Conexão com VLT vale para trem, barcas, metrô, vans e ônibus -

Rio - A partir de segunda-feira, usuários do Bilhete Único Intermunicipal terão direito à integração no VLT. O tempo máximo para a conexão é de três horas e o valor das tarifas não pode ser maior que R$ 8,55. Quando a soma das passagens for inferior a esse valor, no entanto, não haverá aproveitamento do benefício, mas o passageiro ainda manterá o direito a uma conexão. O usuário que pegar trem e VLT, por exemplo, cuja soma de passagens é R$ 8 tem direito a viajar nas barcas em seguida pelo valor da integração.

Para ter acesso às tarifas de integração, o passageiro precisa ter o cartão RioCard associado ao seu próprio CPF e cadastrado no sistema do Bilhete Único Intermunicipal. Além disso, é necessário seguir regras de concessão do benefício, como idade e renda.

"Consideramos que a aprovação da medida, além de cumprir uma condição prevista em projeto, será um atrativo de demanda no médio prazo. E facilitará os deslocamentos no Centro, já que o VLT, por vocação, é um modal de conexão", explicou o presidente do VLT Carioca, Marcio Hannas.

A medida, que foi aprovada em votação na Alerj, na semana passada, passa a incluir o VLT entre os sistemas integrados do bilhete intermunicipal: trem, barcas, vans e ônibus intermunicipais. O VLT já possuía integração entre suas linhas e com ônibus municipais, ao custo de R$ 3,95.

 

Comentários

Últimas de Rio de Janeiro