Terceira idade já ocupa 30% dos cruzeiros

Tidos como artigos de luxo, glamour e status, os cruzeiros são a nova 'onda' de idosos por conta das ofertas especiais

Por FRANCISCO EDSON ALVES

Idosos em Cruzeiro
Idosos em Cruzeiro -

Rio - Atraídos por promoções nos pagamentos de pacotes de viagens, idosos estão apostando nos passeios marítimos como a nova onda de diversão no Rio de Janeiro. Há minicruzeiros com mensalidades que não chegam a R$ 160 e destinos paradisíacos, partindo da Cidade Maravilhosa. As principais empresas e agências marítimas estimulam quem tem mais de 60 anos a embarcar em transatlânticos. De acordo com as companhias, o público da terceira idade já representa 30% da clientela, o equivalente a três vezes mais que na década passada.

Segundo economistas e consultores, a hora de 'surfar' nas facilidades ofertadas é agora. "Foi dada a largada para as reservas de cabines para a temporada de cruzeiros no litoral brasileiro. Entre novembro e abril de 2019, ao menos seis superembarcações estarão navegando pelas águas fluminenses", lembra a executiva de contas da agência de viagens Quatro Cantos, Fernanda Azalin. A programação completa e os detalhes de cada embarcação, podem ser conferidos no site www.piermaua.rio.

A Quatro Cantos é uma das revendedoras de pacotes que abriu até convênios com associações de aposentados. Como fez no Sul Fluminense, oferecendo mimos para conquistar novos clientes sexagenários em Volta Redonda. O acordo com a entidade local garante a divisão de valores para aposentados em até dez vezes, concede 5% de desconto nas tarifas, ou transfer gratuito do município até o Pier Mauá, a 120 km de distância, e vice-versa.

Para a próxima temporada, os tamanhos dos navios e suas estadias aumentaram, passando para 490 mil leitos capacidade 13% maior em relação ao último período. "Fizemos os cálculos e vimos que um cruzeiro de quatro noites, em fevereiro de 2019, entre Rio-Ilha Grande-Ilha Bela, está dentro dos nossos orçamentos", justificou a professora aposentada Rosimeri Dias, 61 anos, que viajará com as amigas Lisete Santos, também de 61 anos, e Lenice da Silva, 55. Cada uma pagou R$ 1.576,50, divididos em dez vezes (de R$ 157,65). "E ainda teremos o transporte Volta Redonda-Rio-Volta Redonda, gratuito", comentou Lisete.

"Cruzeiro de quatro dias é uma das modalidades mais requisitadas na faixa etária um pouco mais avançada, uma vez que o trajeto não cansa", completou a corretora de viagens, Mônica Prestes.

Na quarta-feira, o aposentado Paulo Ritto, 60, também foi pesquisar vantagens com o vendedor de estadias marítimas, Diogo Matheus. "Ainda estou com uma doce dúvida para onde ir. As ofertas estão excelentes", ressaltou.

Luxuosos, os navios gigantes encantam pelas atrações, como teatros de até três andares, piscinas semi-olímpicas, cinemas em mega telas 4D, cassinos, discotecas, academias de ginástica, bares temáticos, réplicas de campos de golfe e simulador de Fórmula 1.

Verdadeiros hotéis flutuantes, onde se pode encontrar conforto de um resort, os navios, como os do grupo MSC Cruzeiros, costumam ter programações especiais para idosos, como palestras de saúde e nutrição, alongamento ao ar livre, aulas de dança, torneios de baralho e concursos de karaokê.

Para o educador financeiro Ricardo Silva, os clientes devem atentar para não acabar gastando demais além das passagens. "Tudo exige planejamento minucioso, sobre cada centavo. Para escolher pacotes, o ideal é muita pesquisa online", ensinou o profissional, orientando ainda a criação de orçamento próprio para a viagem escolhida e planejamento com pelo menos um ano de antecedência, especialmente para cruzeiros internacionais.

Galeria de Fotos

Idosos em Cruzeiro Divulgação
Idosos em Cruzeiro FOTOS DE Divulgação
Idosos em Cruzeiro Divulgação
Idosos em Cruzeiro Divulgação
Idosos em Cruzeiro Divulgação
Idosos em Cruzeiro Divulgação

Comentários

Últimas de Rio de Janeiro