Placa Mercosul começa hoje a valer para carros em todo o Estado do Rio

Motoristas que comprarem veículos novos ou usados deverão emplacá-los com 4 letras e 3 números

Por *Gabriel Thomaz

2018-09-10 - Carros brasileiros terão placas do Mercosul. Na imagem, o motorista Daniel Benevides   opina sobre o assunto. Foto de Alexandre Brum - CIDADE DESENVOLVIMENTO GOVERNO ESTADO PREFEITURA RIO DE JANEIRO BRASIL BRAZIL CENTRAL CENTRO ACORDO PARCERIA INVESTIMENTO INFRA ESTRUTURA
2018-09-10 - Carros brasileiros terão placas do Mercosul. Na imagem, o motorista Daniel Benevides opina sobre o assunto. Foto de Alexandre Brum - CIDADE DESENVOLVIMENTO GOVERNO ESTADO PREFEITURA RIO DE JANEIRO BRASIL BRAZIL CENTRAL CENTRO ACORDO PARCERIA INVESTIMENTO INFRA ESTRUTURA -

Após quatro anos de espera, os condutores do Estado do Rio serão os primeiros a ter acesso às novas placas de carro que seguem o mesmo padrão em todo Mercosul. O modelo, que estará disponível a partir de hoje, é composto por quatro letras e três números. O novo emplacamento, no entanto, será obrigatório apenas para carros zero quilômetro, veículos que passem por transferências de propriedade, jurisdição ou município, além de alteração de categoria e troca de placas danificadas. O valor do serviço continua o mesmo (R$ 219,35).

Segundo o Detran, a nova placa vai dar maior segurança aos proprietários de veículos por evitar a possibilidade de clonagem. Isso porque o modelo terá código único que contará com todos os dados de fabricação, como número de série, identificação do fornecedor e data de confecção. Além disso, policiais poderão conferir através de QR Code, compatível com aplicativos de celular, o local onde a placa foi confeccionada e a qual veículo pertence.

"A placa Mercosul não é uma simples placa, mas um novo conceito que vai dar enorme contribuição para a Segurança Pública do estado. É uma conquista, com benefícios anticlonagem e vários itens de segurança", ressaltou Leonardo Jacob, presidente do Detran.

SEM FALSIFICAÇÃOES

Além do QR Code, a nova placa também terá marca d'água para evitar falsificações. A medida foi elogiada por motoristas, já o custo gerou controvérsias. "Tudo que tem como objetivo trazer uma melhoria é interessante. Se for evitar a clonagem, como dizem, acho bem interessante e válido. Chato é apenas ter que pagar mais para compra de carro usado" contestou o motorista Daniel Benevides.

Já o taxista Evaldo da Silva não vê problemas na cobrança. "Toda mudança gera um custo, e alguém tem que arcar com isso. Não vejo o menor problema nisso, o importante é acompanhar a modernidade", ponderou Evaldo.

A mudança também tem como objetivo aumentar o número de combinações alfanuméricas. De acordo com o Detran, se os modelos mantivessem o atual arranjo, em apenas dois anos não existiriam mais novas sequências para contemplar toda frota do país. Além disso, o órgão defende que a nova tecnologia auxilia no controle de eventuais irregularidades no processo de fabricação até a chegada da placa ao consumidor final.

O Brasil é o terceiro país do Mercosul a adotar a placa, atrás de Uruguai (2015) e Argentina (2016). Segundo o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), todos os estados devem implantar o novo modelo até o dia 1º de dezembro deste ano.

Galeria de Fotos

2018-09-10 - Carros brasileiros terão placas do Mercosul. Na imagem, o motorista Daniel Benevides opina sobre o assunto. Foto de Alexandre Brum - CIDADE DESENVOLVIMENTO GOVERNO ESTADO PREFEITURA RIO DE JANEIRO BRASIL BRAZIL CENTRAL CENTRO ACORDO PARCERIA INVESTIMENTO INFRA ESTRUTURA Alexandre Brum
Rio é o primeiro estado a usar o novo modelo no Brasil, mas previsão é que até 1º de dezembro, todo o restante do país tenha aderido Divulgação

Comentários

Últimas de Rio de Janeiro