TJ do Rio condena Estado a indenizar vítima de incêndio no Hospital Pedro II

Rosane Talles da Silva estava trabalhando no segundo andar no hospital no momento em que um transformador da unidade explodiu e provocou um incêndio. Ele precisou quebrar a janela e pular, ferindo a perna direita na queda

Por O Dia

Rio - O Estado do Rio de Janeiro foi condenado, nesta quarta-feira, a indenizar em R$ 15 mil uma servidora do Hospital Estadual Pedro II, em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio, que se feriu ao tentar escapar de um incêndio provocado pela explosão do transformador da unidade.

Rosane Talles da Silva estava trabalhando no segundo andar no hospital no momento da explosão. Para escapar das chamas, ela precisou quebrar o vidro da sala onde estava para pular pela janela. A servidora feriu a perna direita na queda.

Segundo os desembargadores da 14ª Câmara Civil do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, a condenação ao Estado foi mantida tendo em vista que o valor da indenização foi proporcional, razoável e adequado diante da angústia, dor e aflição suportada pela servidora.

Ainda segundo os desembargadores, o laudo de exame de corpo de delito de lesão corporal da vítima, o comprovante de atendimento médico e o registro de ocorrência da explosão no Hospital Estadual Pedro II foram suficientes para demonstrar o dano suportado por Rosane em razão do incêndio.

“O laudo de local de constatação de incêndio aponta que o acidente ocorreu em edificação pública estadual e teve extensão suficiente para colocar em risco a vida de pessoas”, acrescentou o magistrado.

Últimas de Rio de Janeiro