Operação da Superintendência da Zona Sul remove estruturas que serviam de moradias irregulares em Botafogo

Ação foi feita para impedir a desordem urbana

Por O Dia

Estruturas que eram usadas como moradia pelos moradores de rua
Estruturas que eram usadas como moradia pelos moradores de rua -

Uma ação de ordenamento urbano realizada pela Superintendência da Zona Sul retirou estruturas que serviam de moradias improvisadas na Praça Marinha do Brasil, na Praia de Botafogo, nesta quinta-feira. Montadas por moradores de rua, as barracas, suportes de madeira e tendas foram armadas ao lado do Monumento ao Almirante Tamandaré. Durante a fiscalização, os agentes também recolheram cadeiras, carrinhos, caixotes, quinquilharias e cerca de 300 kg de entulho do local.

"O objetivo da ação foi coibir a ocupação irregular do espaço público, o que acabava estimulando a desordem urbana", disse o superintendente da Zona Sul, Marcelo Maywald.

A operação contou com o apoio de agentes da Comlurb, da Guarda Municipal e da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos.

Últimas de Rio de Janeiro