Dois PMs são baleados por criminosos na Vila da Penha; estado de um deles é gravíssimo

O cabo Rodrigo de Azevedo Mignot foi acertado no rosto, braço e peito e seu estado é considerado gravíssimo e respira com a ajuda de aparelhos, segundo O DIA apurou. Ele passou por cirurgia e foi transferido para o Hospital Central da Polícia Militar, no Estácio

Por RAFAEL NASCIMENTO

Dois cabos ficaram feridos (um em estado grave) na Vila da Penha
Dois cabos ficaram feridos (um em estado grave) na Vila da Penha -

Rio - Dois cabos policias militares do 41 BPM (Irajá) foram baleados no final da madrugada desta quarta-feira na Avenida Vicente de Carvalho, na Vila da Penha, durante uma tentativa de abordagem policial a um carro HB20 em frente à Pizzaria Parme do bairro. Os homens fugiram e buscas são realizadas pela polícia.

Um dos policiais, identificado como Rodrigo de Azevedo Mignot, foi acertado no rosto, braço e peito e seu estado é considerado gravíssimo e respira com a ajuda de aparelhos, segundo O DIA apurou. Ele passou por cirurgia e viaturas do Batalhão de Choque (BPChq) estiveram na unidade de saúde e fizeram a escolta da ambulância que transferiu Mignot para o Hospital Central da Polícia Militar (HCPM), no Estácio. Já o outro PM, Fabiano Nunes da Silva, baleado no braço direito, já havia sido levado para o HCPM.

PM baleado e que está em estado grave é transferido do Hospital Getúlio Vargas para o HCPM - Estefan Radovicz / Agência O Dia

Muito abalada, uma das irmãs do cabo Mignot disse que o PM mora em Duque de Caxias e tem três filhos — de 5, 3 e 2 anos de idade. O comandante do 41º BPM esteve no Hospital Getúlio Vargas e acompanha o caso. 

Galeria de Fotos

Dois cabos ficaram feridos (um em estado grave) na Vila da Penha WhatsApp O DIA (98762-8248)
PM baleado e que está em estado grave é transferido do Hospital Getúlio Vargas para o HCPM Estefan Radovicz / Agência O Dia
Irmã de PM baleado e que está em estado grave reza em viatura Estefan Radovicz / Agência O Dia

Últimas de Rio de Janeiro