Manifestação interdita parcialmente Avenida Brasil

Segundo PM, manifestantes atearam fogo em ônibus na via, na altura da Vila Kennedy

Por O Dia

Manifestantes atearam fogo em ônibus, na altura da Vila Kennedy
Manifestantes atearam fogo em ônibus, na altura da Vila Kennedy -

Rio - Uma manifestação de moradores da Vila Kennedy, na manhã desta quarta-feira, interdita um trecho da Avenida Brasil, na altura da comunidade, no sentido Santa Cruz, Zona Oeste do Rio, de acordo com o Centro de Operações da Prefeitura (COR). Equipes da Polícia Militar atuam no local. 

Segundo relatos nas redes sociais, os manifestantes teriam ateado fogo em um ônibus na via após a morte de um homem na Vila Kennedy. Vídeos publicados nas redes sociais mostram coletivos em chamas na Avenida Brasil. 

De acordo com a Polícia Militar, uma equipe do 14º BPM (Bangu) foi atacada por bandidos armados e houve confronto. Na ação, um suspeito ficou ferido e socorrido ao Hospital Albert Schweitzer, mas o homem não resistiu aos ferimentos. Com ele, os militares apreenderam uma pistola.

Manifestantes atearam fogo em ônibus na Avenida Brasil, na altura da Vila Kennedy - Reprodução

Ainda segundo a PM, após a morte, moradores realizaram uma manifestação na Avenida Brasil, pista sentido Santa Cruz, onde incendiaram dois coletivos, em represália ao homem morto em confronto com os militares na comunidade. 

Em nota, a Fetranspor repudiou o ataque a ônibus da linha 790 (Campo Grande x Cascadura). "Um outro ônibus sofreu uma tentativa de ataque, mas teve as chamas controladas logo no início. Com este caso, a capital registra o 20º ônibus destruído por ataques criminosos em 2018", disse a federação no texto.

Por causa do protesto, o motorista enfrenta lentidão na Avenida Brasil, de acordo com o COR. 

 

 

 

Galeria de Fotos

Manifestantes atearam fogo em ônibus, na altura da Vila Kennedy Reprodução
Manifestantes atearam fogo em ônibus na Avenida Brasil, na altura da Vila Kennedy Reprodução

Últimas de Rio de Janeiro