SMTR aplica 9 multas por cobrança indevida de tarifa em linhas de ônibus da Zona Oeste

Ao todo, 16 autuações foram aplicadas e três ônibus da empresa Pégaso foram lacrados por apresentarem vistoria vencida

Por O Dia

Equipe aplicou nove multas ao consórcio Santa Cruz, responsável pelas linhas 821, 835 e 838
Equipe aplicou nove multas ao consórcio Santa Cruz, responsável pelas linhas 821, 835 e 838 -

Rio - A Secretaria Municipal de Transportes realizou uma ação em Campo Grande, na última quinta-feira, a fim de verificar a cobrança indevida de tarifa em linhas de ônibus que circulam na Zona Oeste.

A equipe aplicou nove multas ao consórcio Santa Cruz, responsável pelas linhas 821, 835 e 838 por cobrança do valor de passagem diferente do estabelecido, além de outras sete multas por vistoria vencida, má conservação, ar condicionado inoperante e circulação com frota abaixo do determinado. Ao todo, 16 autuações foram aplicadas e três ônibus da empresa Pégaso foram lacrados por apresentarem vistoria vencida.

Vale destacar que a cobrança de tarifa com valor superior ao determinado constitui infração gravíssima, correspondente a 520 Ufir-RJ (R$ 1.712,83). No caso de cobrança de valor inferior, sem autorização do órgão gestor, a infração é média, correspondente a 130 Ufir-RJ (R$ 428,07).

A SMTR segue realizando monitoramento das linhas e ações de fiscalização em diferentes pontos da cidade para verificar as condições da frota e os serviços ofertados pelos consórcios, e reforça a importância da contribuição da população ao registrar, através do 1746, irregularidades encontradas no Sistema de Transporte Público por Ônibus.

Últimas de Rio de Janeiro