Passageiros sofrem com ônibus entregue às baratas

Imagens mostram coletivo infestado. Consórcio diz que dedetização está em dia

Por O Dia

Empresa da linha 433 disse que está com a dedetização em dia, mas que tomará providências
Empresa da linha 433 disse que está com a dedetização em dia, mas que tomará providências -

Rio - A chegada do calor traz de volta um incômodo corriqueiro aos cariocas que dependem do transporte público nesta época do ano: a infestação de baratas nos ônibus que circulam no Rio e na Região Metropolitana. Um vídeo publicado pelo perfil Jacarepaguá Notícias RJ é assustador. Na linha LECD23 (antiga 766), que liga a Freguesia, em Jacarepaguá, na Zona Oeste, a Madureira, na Zona Norte, as pragas andavam aos montes em um banco.

"Essa linha tem muita barata, sim. Eu presenciei isso. As pessoas não sabem o que fazer. É muito triste", comentou uma seguidora da página.

O problema afeta várias linhas de ônibus. Desde o dia 1º de novembro, por exemplo, o site Reclame Aqui registrou 17 denúncias sobre isso, envolvendo diferentes empresas.

Nesta sexta-feira, uma internauta postou fotos de um ônibus da linha 433, que liga Vila Isabel, na Zona Norte, até a Avenida Prado Junior, em Copacabana, na Zona Sul, que também estava infestada pela praga. Já O DIA presenciou tal fato na linha 497, que liga a Penha, na Zona Norte, a Laranjeiras, na Zona Sul.

Responsável pela linha LECD 23, o consórcio Transcarioca informou que "apesar da dedetização se encontrar em dia, a empresa consorciada (Transportes Futuro) irá reforçar a limpeza dos coletivos após as críticas. O consórcio conta com a população para evitar o descarte de restos de alimentos e lixo no interior dos coletivos, fato que pode atrair mais insetos para os veículos".

Já a Transportes Vila Isabel, que faz a linha 433, disse que "está com o certificado de dedetização em dia. A empresa realiza diariamente a limpeza em todos os seus ônibus. O veículo citado na reportagem será imediatamente recolhido para nova fiscalização e lavagem" e que "restos de alimentos e lixo deixado dentro dos ônibus colaboram para a proliferação dos insetos. A empresa conta com a ajuda dos passageiros para a manutenção da limpeza durante a operação nas ruas".

 

Comentários

Últimas de Rio de Janeiro