Mais Lidas

Novos secretários de Wilson Witzel assumem nesta quarta-feira

Ao todo, nomeados pelo governador vão ocupar 20 pastas. Há mudanças na Segurança Pública

Por Lucas Cardoso

Leonardo Rodrigues, da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, e Luiz Claudio Carvalho, da Fazenda, serão empossados na tarde de hoje
Leonardo Rodrigues, da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, e Luiz Claudio Carvalho, da Fazenda, serão empossados na tarde de hoje -

Rio - Os 20 secretários nomeados pelo governador Wilson Witzel participam nesta quarta-feira de reunião e cerimônia de posse no Palácio Guanabara, em Laranjeiras. Com duas pastas a mais que o governo de Pezão e Francisco Dornelles, a lista traz nomes conhecidos do cidadão carioca para comandar áreas importantes. A lista foi publicada ontem no Diário Oficial.

O ex-deputado estadual Pedro Fernandes é um desses nomes conhecidos. Ele vai comandar a pasta da Educação, que é uma das secretarias com o maior orçamento do estado. Derrotado pelo próprio Witzel nas eleições, Fernandes já esteve à frente das secretarias de Meio Ambiente do Município do Rio, de Assistência Social e Direitos Humanos do Estado e também foi secretário estadual de Ciência e Tecnologia.

No controle da Saúde estará Edmar Santos, que é ex-diretor do Hospital Universitário Pedro Ernesto. A cadeira da Secretaria de Ciência e Tecnologia será comandada pelo empresário Leonardo Rodrigues. Com mais de 20 anos no mercado aeronáutico, ele desenvolveu equipamentos e dispositivos utilizados na segurança do setor.

Professor da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Horácio Guimarães Delgado Junior, será o responsável pela Secretaria de Infraestrutura e Obras.

Apesar ter sido extinta por decreto também publicado no D.O. de ontem, a Secretaria de Segurança Pública passa a funcionar como pasta de transição, sem status de secretaria. O comando ficará a cargo do ex-consultor da área, Roberto Motta, que, na última eleição, não conseguiu se eleger a uma vaga na Câmara de Deputados pelo PSC, mesmo partido de Witzel.

O coronel Rogério Figueredo de Lacerda ficará responsável pelo comando da Polícia Militar. Já na Polícia Civil, a chefia será função do delegado Marcus Vinicius braga. Permanece no cargo de líder da pasta de Defesa Civil e Corpo de Bombeiros, o coronel Roberto Robadey Costa Junior.

D.O.com atos e decretos do novo governo

Horas antes da cerimônia de empossamento de Wilson Witzel, foi publicada a primeira edição do Diário Oficial do estado em 2019, com atos e decretos do governo.

Entre eles está o corte de gastos de 30% nos orçamentos das secretarias. Ficam fora da lista de redução, as secretarias de Educação, Saúde, Administração Penitenciária, polícias Militar e Civil, Defesa Civil e Corpo de Bombeiros. Ratifica também o fim da vistoria do Detran, já sancionado. Com extinção da Secretaria de Segurança é criado o Conselho de Segurança Pública do Estado (Consperj).

Para ampliar o combate a corrupção, foi criado o Núcleo de Contencioso Estratégico e de Defesa da Probidade, subordinado à Procuradoria-Geral do Estado, que indicará os sete integrantes. O núcleo vai colaborar para investigações de corrupção e improbidade da administração pública, procuradores, entre outros.

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Leonardo Rodrigues, da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, e Luiz Claudio Carvalho, da Fazenda, serão empossados na tarde de hoje Divulgação
Luiz Claudio R. de Carvalho Reprodução/ Facebook
Pedro Fernandes Alexandre Brum
O médico Edmar Santos será o responsável pela Secretaria da Saúde e Pedro Fernandes, pela de Educação, a que tem o maior orçamento FOTOS: Reprodução/ Facebook

Comentários