Foragido, Disque Denúncia divulga cartaz de acusado de agredir esposa com fio elétrico

Uelinton Oliveira tem mandado de prisão temporária expedido pela Justiça por conta das agressões contra a mulher, que estava com o filho de oito meses ao seu lado. Motivo da violência foi ela ter demorado em um passeio com os pais do acusado

Por O Dia

Uelinton é procurado pela agressão contra a mulher com um fio elétrico, em Angra dos Reis
Uelinton é procurado pela agressão contra a mulher com um fio elétrico, em Angra dos Reis -

Rio - O Disque Denúncia lançou um cartaz, ainda nesta quinta-feira, com a foto de Uelinton de Oliveira, que agrediu a mulher com golpes de fio elétrico em Angra dos Reis, na Região da Costa Verde. O objetivo é receber informações sobre o paradeiro do procurado, que tem mandado de prisão temporária expedido pela Justiça.

O Disque Denúncia tem um canal em Angra dos Reis para receber as informações que levem à prisão de Uelinton. Basta ligar para 0300 253 1177, e o anonimato é garantido. Os denunciantes também podem usar o aplicativo para celulares "Disque Denúncia RJ". As denúncias serão encaminhadas à Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Angra, responsável pelas investigações.

Motivo da agressão: saiu de barco com pais do marido e demorou a chegar em casa

Marcélia Rocha, irmã da vítima, que postou o caso nas redes sociais nesta quarta-feira e a postagem viralizou, contou ao DIA que o motivo da agressão com fio elétrico foi a demora para ela voltar para casa, após um passeio de barco com os pais de Uelinton.

"A minha irmã foi para uma ilha aqui na região com os pais dele, que ele mandou ir. O Uelinton deu determinado horário para ela voltar, mas o pai dele fez um frete com o barco e ela acabou chegando tarde. Ele bateu nela porque minha irmã não chegou no horário, para você ver a crueldade do ser humano", disse a estudante, de 24 anos.

Vítima apareceu na Deam de Angra com marcas da agressão nas costas - Reprodução do Facebook

A vítima, que não vamos identificar para a sua segurança, estava com o filho de apenas oito meses do casal no colo no momento em que foi agredida. A mulher também relatou aos familiares que apanhou, inclusive, até durante a gestação e quando estava no pós-parto.

"Ela estava com o filho no colo. Ele tirou o bebê do colo dela, colocou na cama e jogou ela ao lado do bebê, a agredindo diversas vezes com os fios", disse Marcélia, que afirmou ter sido ameaçada. "Ele a ameaçava constantemente, que a iria matar, a mim e a minha mãe caso denunciássemos".

A Polícia Civil disse que um mandado de prisão temporária foi expedido pela Justiça na última sexta-feira, com base na investigação da Deam de Angra dos Reis. "Desde então ele é considerado foragido. A especializada vem realizando diligências para prender o autor", disse a instituição.

Havia a expectativa que ele se entregasse nesta quinta-feira, o que acabou não acontecendo. A defesa do acusado não foi localizada. O espaço está aberto para manifestação.

 

 

Galeria de Fotos

Uelinton é procurado pela agressão contra a mulher com um fio elétrico, em Angra dos Reis Divulgação
Vítima apareceu na Deam de Angra com marcas da agressão nas costas Reprodução do Facebook

Comentários