Homem é preso suspeito de transmitir o vírus HIV a várias mulheres

Diego Cordeiro Pierre não comunicava às parceiras sexuais que era soropositivo

Por O Dia

Diego Cordeiro Pierre foi preso na casa de familiares
Diego Cordeiro Pierre foi preso na casa de familiares -

Rio - Policiais da 66ª DP (Piabetá) prenderam, no fim da noite desta quinta-feira, um homem suspeito de ter transmitido o vírus HIV para pelo menos três mulheres. Diego Cordeiro Pierre, de 34 anos, é portador do vírus desde meados de 2008 e não comunicava essa situação às parceiras sexuais. Ele foi preso na casa de familiares, no bairro Taquara, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

Contra Diego, havia um mandado de prisão em aberto pelo crime de perigo de contágio de moléstia grave e lesão corporal gravíssima.

De acordo com a Polícia Civil, a primeira esposa de Diego, L.F.S.L., faleceu em 16 de junho de 2012, por complicações provocadas pela AIDS, doença que havia contraído do marido. Questionado por ela sobre ser portador da doença, ele falsificou exames médicos, negando ser portador do HIV.

O acusado transmitiu o vírus para pelo menos três mulheres - Divulgação / Polícia Civil

Sexta companheira

Depois da morte da esposa, Diego viveu com pelo menos outras quatro mulheres, sendo que não há a confirmação de que elas teriam sido contaminadas. 

Em abril de 2017, ele passou a morar com sua sexta companheira, S.F.C.S. (30 anos), para quem igualmente omitiu ser soropositivo. Ela foi contaminada com o vírus, detectando a doença em agosto de 2018, quando pediu a separação e fez boletim de ocorrência na 66ª DP.

Diego foi preso com tuberculose e forte herpes, sendo encaminhado ao Hospital Penitenciário, onde está preso sob escolta policial.

Galeria de Fotos

Diego Cordeiro Pierre foi preso na casa de familiares Divulgação / Polícia Civil
O acusado transmitiu o vírus para pelo menos três mulheres Divulgação / Polícia Civil

Comentários