Jovem foi asfixiado e estrangulado em supermercado na Barra, aponta laudo

Mãe de Pedro Henrique será ouvida pela polícia nesta terça-feira

Por O Dia

Davi Ricardo Moreira Amâncio foi filmado dando um mata-leão em Pedro Henrique de Oliveira Gonzaga
Davi Ricardo Moreira Amâncio foi filmado dando um mata-leão em Pedro Henrique de Oliveira Gonzaga -

Rio - Pedro Henrique Gonzaga, 19 anos, foi asfixiado e estrangulado pelo segurança Davi Ricardo Moreira Amâncio, no hipermercado Extra, na Barra da Tijuca, na quinta-feira, de acordo com o laudo do Instituto Médico Legal (IML). Nesta terça-feira, a mãe do rapaz, que estava com ele quando o vigilante o imobilizou dentro do supermercado, prestará depoimento na Delegacia de Homicídios (DH). 

Imagens exibidas no Fantástico, da noite deste domingo, mostram que o vigilante permaneceu sobre Pedro Henrique por pelo menos sete minutos, apesar dos apelos da mãe do jovem. Vídeos enviados ao WhatsApp do DIA (98762-8248) mostram que pessoas no entorno alertavam para a gravidade do caso.

"Está desmaiado, não está não?", indagou alguém. "Está sufocando ele", disse uma mulher. "Ele está com a mão roxa", constatou outra pessoa. O segurança, no entanto, não soltou o jovem e disparou: "Cala a boca".

Pedro Henrique foi enterrado no sábado no cemitério Jardim da Saudade de Paciência, na Zona Oeste do Rio. Sob forte comoção, cerca de cinquenta pessoas, entre amigos e parentes, se despediram do jovem que sonhava em ser MC. Uma manifestação contra a morte do rapaz foi realizada neste domingo em frente ao supermercado.

O Extra, que pertence ao Grupo Pão de Açúcar, informou que os seguranças envolvidos foram definitivamente afastados e que instaurou uma sindicância interna para acompanhar as investigações. O Broadcast não conseguiu falar com a empresa Groupe Protection, responsável pela segurança do hipermercado.

 

 

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários