Antigo bairro imperial, São Cristóvão sofre com o abandono

Moradores convivem com ruas alagadas, buracos e sujeira

Por O Dia

Lixo e entulho estão acumulados na calçada da Rua Escobar, esquina com a Rua São Cristóvão
Lixo e entulho estão acumulados na calçada da Rua Escobar, esquina com a Rua São Cristóvão -

Rio - O bairro Imperial de São Cristóvão, na Zona Central do município do Rio de Janeiro, está, aparentemente, abandonado. Com muitas ruas esburacadas, alagamentos, lixo e falta de iluminação, do império parece ter sobrado apenas o título e os monumentos históricos.

Basta chover por alguns minutos que as ruas viram rios. Na Rua Bela, comerciantes contam que já tiveram prejuízos por conta da chuva. "Esta é a pior coisa que tem aqui, os alagamentos. Quando chove ninguém consegue passar e se ninguém passa ficamos sem clientes", conta o barbeiro Raul Alves, 38.

Transtorno também para Roberto Cordeiro, 38, administrador de uma padaria. "Basta chover dez minutos para alagar tudo. Quando chove um pouco mais a água invade as lojas. Já perdi muita mercadoria", relata.

E os alagamentos acontecem não só na Rua Bela. O mesmo acontece nas ruas São Luiz Gonzaga, General Bruce e Alves Montes.

Circular pelo bairro é desafio também para motoristas. Os buracos estão por toda a parte nas ruas Bela, Campo de São Cristóvão, Fonseca Teles, Figueira de Melo e Conde de Leopoldina. "São Cristóvão está abandonado. Os problemas pioram a cada dia", critica Aleksandro Souza, 37.

Outra situação que incomoda moradores é a falta de iluminação nas ruas. O fato gera insegurança, como relata Marcos Solano,60. "Evito ficar trabalhando até tarde porque fica escuro na rua e fica perigoso". O comerciante reclamou ainda da falta de limpeza e coleta de lixo nas ruas Escobar, Vileta e Ferreira de Araújo.

A Rioluz informou que vai enviar uma equipe técnica ao local para vistoriar e providenciar os reparos necessários.

A Secretaria Municipal de Conservação e Meio Ambiente (Seconserma) afirmou que esta semana fará vistoria nas ruas que estão esburacadas e sofrem com alagamentos citadas na reportagem. E afirmou que os serviços serão programados.

Já a Comlurb disse que faz a coleta de lixo regularmente, três vezes por semana, e o entulho e os galhos que estão Rua Escobar serão removidos.

Já na Rua Ferreira de Araújo, disse que um terreno abandonado que foi invadido está acumulando sujeira. A companhia está tentando localizar o proprietário do imóvel para intimá-lo a realizar a limpeza.

Galeria de Fotos

Lixo e entulho estão acumulados na calçada da Rua Escobar, esquina com a Rua São Cristóvão Alexandre Brum / Agencia O Dia
08/03/2019 - O Dia no seu bairro - Equipe de reportagem de O Dia vai a Sao Cristovao verificar os problemas do bairro e conversar com moradores e comerciantes do local. Na imagem, enorme quantidade de entulho no inicio da rua Escobar atrapalha transeutes que trafegam no local. Foto de Alexandre Brum / Agencia O Dia Alexandre Brum / Agencia O Dia
08/03/2019 - O Dia no seu bairro - Equipe de reportagem de O Dia vai a Sao Cristovao verificar os problemas do bairro e conversar com moradores e comerciantes do local. Na imagem, um enorme buraco no Campo de Sao Cristovao assusta motoristas que trafegam no local. Foto de Alexandre Brum / Agencia O Dia Alexandre Brum / Agencia O Dia

Comentários