Vereador Bill da Piscina, atacado a tiros por bandidos em Belford Roxo, recebe alta

Júlio César Lourenço da Silva estava acompanhado de um PM à paisana, o terceiro sargento Reinaldo Oliveira de Castro, que foi baleado na perna e permanece internado no Hospital Adão Pereira Nunes, em Saracuruna

Por O Dia

Bill da Piscina foi baleado por bandidos em Belford Roxo, na Baixada
Bill da Piscina foi baleado por bandidos em Belford Roxo, na Baixada -

Rio - O vereador Júlio César Lourenço da Silva, conhecido como Bill da Piscina, do PTN, recebeu alta às 6h15 desta quarta-feira do Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em Saracuruna, segundo a Secretaria de Saúde. Ele e o terceiro sargento da PM Reinaldo Oliveira de Castro foram baleados por bandidos em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, no início da noite de ontem.

De acordo com Nem Colonial (PSL), que visitou Bill em casa, ele está repousando e recuperando bem. Apesar de ser atingido por dois disparos na barriga, os tiros foram de raspão e causaram ferimentos superficiais e ele ficou internado porque teve hipertensão. Segundo Nem, a vítima acompanhava uma ação de iluminação pública quando foi atacado a tiros. 

"Pedi hoje na tribuna que a Comissão de Segurança da Câmara acompanhasse as investigações do que aconteceu com o vereador. Isso não pode ficar sem esclarecimentos. O vereador estava trabalhando quando foi atacado", falou. "O município está muito abandonado, falta mais efetivo da PM. O governador não olha para a cidade. É preciso aumentar o efetivo do batalhão urgentemente", completou. 

O policial, que estava à paisana, permanece internado com estado de saúde estável. Ele passou por cirurgia no pé atingido por um tiro e ainda não há previsão de alta. A assessoria de imprensa da PM informou apenas que o policial estava de folga quando foi baleado. Segundo a PM, Bill da Piscina estava com o terceiro sargento no bairro Parque Suécia quando criminosos em um carro e uma motociclista se aproximaram e fizeram vários disparos. Dois tiros atingiram o vereador na barriga e o PM foi ferido na perna direita. 

O delegado-titular da 54ª DP (Belford Roxo), Mauro César da Silva, aguarda a recuperação do vereador para que ele possa depor. "Estamos fazendo diligências e ouvindo outras testemunhas. Ainda é cedo para afirmamos o motivo do crime. As investigações estão em andamento", explicou o delegado.

O vereador foi eleito em 2016 para a Câmara de Belford Roxo, pelo PTN. No domingo, o vereador Wendel Coelho, de 26 anos, foi assassinado a tiros em Japeri, também na Baixada. Wendel estava em um carro acompanhado do irmão e outras quatro pessoas quando foi atingido.

O assassinato de Wendel colocou mais uma vez em evidência uma preocupante estatística da Baixada Fluminense: os ataques a políticos da região. Só neste ano, foram quatro atentados — dois deles contra prefeitos. Após as eleições de outubro do ano passado, já foram sete registros. De 2018 para cá, sete políticos morreram.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários