Estudantes são pegos de surpresa após falha de Bilhete Único Universitário

Máquinas de cartão mostravam a mensagem "cancelado" quando usuários tentavam embarcar nos coletivos

Por *Jenifer Alves

Ingrid Marinho e Mirosmar Sales enfrentaram problemas ao tentarem se descolar pela cidade utilizando o passe-livre
Ingrid Marinho e Mirosmar Sales enfrentaram problemas ao tentarem se descolar pela cidade utilizando o passe-livre -

Rio - Usuários do Bilhete Único Universitário foram surpreendidos ao tentar pegar ônibus nesta quarta-feira. O cartão sofreu com uma falha técnica e quando foram utilizados nas máquinas leitoras dentro dos ônibus a mensagem "CANCELADO" era mostrada no visor. 

Procurada, a Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro (Fetranspor) se desculpou com os usuários pelo problema. De acordo com a assessoria, a instabilidade pode afetar usuários de qualquer cartão RioCard no município do Rio de Janeiro. Já sobre a previsão para regularizar o sistema "a equipe técnica já normalizou a situação, porém pela característica do sistema ser offline, a atualização somente será regularizada na sua totalidade entre hoje e amanhã", informou a federação, em nota.

Grande parte dos usuários enfrentou o problema durante o período da manhã, quando saíam de casa. Ingrid Marinho, de 20 anos, estudante de Pedagogia da PUC, contou que costuma pegar o BRT às 5h e, ao chegar na Alvorada, na Zona Oeste, o cartão apresentou problema. Ela questionou o fiscal sobre o problema, mas não recebeu orientações. "Ele falou que não sabia o que tava acontecendo e pediu pra eu tentar em outro ônibus", disse a estudante. Ingrid relata ainda que outras pessoas também passavam pelo mesmo problema. "Eu estava sem dinheiro e tive que esperar uma colega chegar, passar pela Alvorada pra me emprestar, tanto o dinheiro da ida quanto da volta", conta. A universitária informou que, por volta de 13h, conseguiu entrar com o bilhete universitário no mesmo terminal.  

Mirosmar Sales, de 22 anos e estudante de jornalismo, saía de Bangu, na Zona Oeste do Rio, para a Ilha do Governador, na Zona Norte, quando descobriu que o serviço estava suspenso: "Estava indo do trabalho na Ilha do governador para a faculdade em Madureira, mas apareceu o cartão como cancelado, achei estranho, pois na sequência uma outra garota teve o mesmo problema no terminal Fundão do BRT", disse o estudante. Segundo ele, o problema ainda persistia na parte da tarde. 

Até o momento da publicação desta matéria, a Prefeitura do Rio não se posicionou sobre o assunto. O espaço está aberto para manifestação.

*Estagiária sob supervisão de Thiago Antunes

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários