Militares do Exército são presos por desvio de munição

O Comando Militar do Leste não informou a quantidade da apreensão e nem quantos militares foram detidos

Por O Dia

Rio - Militares do Exército foram presos, nesta quarta-feira, por suspeita de desvio de munições de paióis na Vila Militar, em Deodoro, na Zona Oeste do Rio. Segundo o Comando Militar do Leste, foram cumpridos mandados de busca e apreensão na casa dos envolvidos, que não foram identificados. O CML não informou a quantidade de munições desviadas e nem quantos militares foram detidos na ação. 
Ainda conforme o Exército, durante a conferência dos estoques, no dia 31 de maio, foi constatado divergência entre os registros logísticos e a munição existente no depósito. 
Em nota, o Exército Brasileiro diz que "ressalta a sua mais absoluta intolerância e não conivência com atos irregulares ou condutas delituosas por parte de seus membros, agindo, sempre de imediato, com o rigor e a celeridade exigidos nessas circunstâncias".
Outro caso de roubo de munição
Em fevereiro de 2018, um sargento do Exército, identificado como Renato Borges Maciel, foi preso em flagrante na Rodovia Presidente Dutra com 60 armas, drogas, munição e carregadores. Ele foi denunciado por tráfico de drogas, adulteração de placa de veículo, porte ilegal de armas de fogo e de munição de usos restritos. O Ministério Público Federal do Rio de Janeiro também pediu a perda do cargo público do sargento.
Segundo o MP, havia também indícios de envolvimento do sargento em uma organização criminosa ligada ao tráfico, com a função de fornecer armas de fogo de uso restrito das Forças Armadas, protegido pela identidade militar.

Comentários