Zico participa de workshop de futebol para crianças em Quintino

Craque esteve no campo da Faetec, local onde jogou antes da fama. Cem crianças participaram do 'Zico 10 Camp'

Por RENAN SCHUINDT

Mateus Leonardo comemora o autógrafo do ídolo rubro-negro
Mateus Leonardo comemora o autógrafo do ídolo rubro-negro -
Rio - Maior ídolo do Flamengo, o ex-jogador Zico voltou às origens na tarde de ontem. Acompanhado por mais de 100 crianças, o Galinho esteve em Quintino, bairro onde nasceu, para participar da primeira edição do seu projeto, ‘Zico 10 Camp’, realizado em parceria com a Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec). Durante todo o dia, alunos entre 8 e 14 anos puderam aperfeiçoar as técnicas e os fundamentos do esporte mais praticado no mundo.
Ídolo quer formar cidadãos e não apenas jogadores - Luciano Belford/Agência O Dia
Além das dicas do craque rubro-negro, as crianças receberam orientação de uma equipe especializada. O objetivo foi promover um dia de atleta profissional para meninos e meninas. Clima de vestiário, preleção e carreira estiveram entre os temas abordados.
Alunos ganharam medalhas e certificado após o evento - Luciano Belford/Agência O Dia


“Sempre passa um filme. Afinal, Quintino é Quintino”, disse Zico, ao ser questionado sobre a emoção de voltar ao campo de futebol da Faetec, local onde jogou durante a adolescência. De acordo com o Galinho, a intenção é formar cidadãos. “Mesmo que a maioria deles não siga carreira, o importante é ser formado como cidadão. É isso que estamos fazendo com essa garotada. É uma clínica de futebol, mas que também funciona como ferramenta para a educação”, avaliou o ídolo.


Caso do pequeno Mateus Rodrigues, de 9 anos. Embora não tenha o futebol como ideia de futuro, o garoto considera importante sua participação no projeto. “Tomara que a escola faça outros eventos assim. É bom pra gente aprender mais. Foi uma emoção muito grande conhecer o Zico. Nunca tinha visto nenhum famoso de perto”, vibrou o garoto. Já a mãe de Mateus, Marta Silva da Conceição, de 35 anos, garantiu autógrafos para toda a família. “Vou levar para minha mãe e tias”, disse.
Marta Silva da Conceição levou autógrafos para toda a família - Luciano Belford/Agência O Dia
O brilho também estava no olhar da pequena Manuela Rodrigues, de 10 anos. Para ela, a foto ao lado do ídolo foi como um prêmio. “Eu jogo futebol na escola e foi bem legal participar do projeto. Sou flamenguista, mas nunca imaginei conhecer o Zico”, revelou e menina.
Manuela Rodrigues não imaginava que iria conhecer Zico - Luciano Belford/Agência O Dia
Rafaela Santos, tia de Manuela, também aproveitou a visita para pedir uma assinatura na camisa. “Ela estuda aqui e chegou em casa falando que o Zico viria. Cheguei bem cedo e, agora, não vou mais lavar essa camisa”, comemorou.
Manuela Rodrigues e sua Tia Rafaela Santos se deram bem no Zico 10 Camp - Luciano Belford/Agência O Dia
Ainda não há data para uma nova edição do ‘Zico 10 Camp’, na Faetec. No entanto, segundo a assessoria de imprensa da instituição, já existe uma conversa entre a escola e a equipe do craque para que o evento aconteça com mais frequência, ainda este ano.

Galeria de Fotos

Mateus Leonardo comemora o autógrafo do ídolo rubro-negro Luciano Belford/Agência O Dia
Alunos ganharam medalhas e certificado após o evento Luciano Belford/Agência O Dia
Ídolo quer formar cidadãos e não apenas jogadores Luciano Belford/Agência O Dia
Marta Silva da Conceição levou autógrafos para toda a família Luciano Belford/Agência O Dia
Manuela Rodrigues e sua Tia Rafaela Santos se deram bem no Zico 10 Camp Luciano Belford/Agência O Dia
Manuela Rodrigues não imaginava que iria conhecer Zico Luciano Belford/Agência O Dia

Comentários