Morre, aos 86 anos, o produtor musical André Midani

Um dos mais importantes produtores da indústria musical brasileira, ele estava internado na Casa de Saúde São Vicente, no bairro da Gávea, para tratamento de um câncer

Por O Dia

André Midani participou da divulgação e repercussão da bossa nova no final dos anos 1950, quando trabalhava na então gravadora Phillips
André Midani participou da divulgação e repercussão da bossa nova no final dos anos 1950, quando trabalhava na então gravadora Phillips -
Rio - O produtor cultural André Midani morreu na noite desta quinta-feira, 13, no Rio de Janeiro, aos 86 anos. Ele estava internado na Casa de Saúde São Vicente, no bairro da Gávea, para tratamento de um câncer.

Midani foi um dos mais importantes produtores da indústria musical brasileira, especialmente entre os anos 1960 e 1990. Ele participou da divulgação e repercussão da bossa nova no final dos anos 1950, quando trabalhava na então gravadora Phillips. Também ajudou a consolidar o talento da geração tropicalista, na década de 1970.

Naquela época, a Phillips reunia uma verdadeira constelação de artistas brasileiros como Elis Regina, Caetano Veloso, Gal Costa, Maria Bethânia, Nara Leão, Gilberto Gil, Mutantes, Erasmo Carlos, Raul Seixas, Jorge Ben, entre outros.

Midani também teve papel fundamental na guinada dada pelo rock brasileiro nos anos 1980, impulsionando grupos como Titãs, Kid Abelha, Ira! e Ultraje a Rigor.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários