Homem que matou namorada estrangulada na Baixada é preso em festa junina de SP

Disque Denúncia oferecia uma recompensa de R$ 2 mil pela captura de Paulo Fernando de Lima Júnior

Por O Dia

Paulo Fernando foi preso no interior de São Paulo
Paulo Fernando foi preso no interior de São Paulo -
São Paulo - A Polícia Militar paulista prendeu, na noite de sábado, um homem que matou a namorada estrangulada em agosto do ano passado, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Paulo Fernando de Lima Júnior, de 30 anos, foi encontrado em uma festa junina em São Carlos, no interior de São Paulo. 
Ao ser abordado pelos PMs, inicialmente Paulo deu um nome falso, mas depois informou os dados verdadeiros. Foi então que os policiais constaram que ele era procurado no Rio pela morte de Claudia Miotelo da Silva, inclusive com recompensa de R$ 2 mil oferecida pelo Disque Denúncia.
Claudia Miotelo da Silva foi morta em agosto de 2018 - Arquivo Pessoal
No dia do crime, em 29 de agosto, Paulo pediu para a ex-mulher, que morava em Queimados, ir até sua casa, na Rua Thomaz Gonzaga, no bairro da Inconfidência. Ele a levou, então, para um quarto nos fundos, onde aplicou o golpe conhecido como "mata leão", quando a asfixiou. Ele fugiu do local de bicicleta. 
Ainda de acordo com as investigações, Paulo e Claudia brigavam constantemente. Ele, inclusive, já havia tentado matá-la outras vezes. Em uma delas, ele colocou um saco plástico na cabeça dela, para enforcá-la, por desconfiar que ela o traia.
Preso, Paulo vai responder pelo crime de feminicídio. O crime é investigado pela Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF).
Contra o preso havia uma recompensa de R$ 2 mil - Divulgação / Disque Denúncia
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Paulo Fernando foi preso no interior de São Paulo Reprodução
Contra o preso havia uma recompensa de R$ 2 mil Divulgação / Disque Denúncia
Claudia Miotelo da Silva foi morta em agosto de 2018 Arquivo Pessoal

Comentários