Filho de Fernandinho Beira-Mar tem prisão decretada após sequestro

Ele é acusado de ter sequestrado um de seus cunhados e cobrado R$ 150 mil para libertá-lo

Por O Dia

Grupo era monitorado pela Polícia Civil
Grupo era monitorado pela Polícia Civil -
Rio - A Justiça decretou, nesta segunda-feira, a prisão preventiva de David Rodrigo Lira da Costa, filho adotivo do traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar. Ele é acusado de ter sequestrado um de seus cunhados e cobrado R$ 150 mil para libertá-lo na última quinta-feira (13), na Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio.
Segundo o delegado titular da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme), Marcos Amin, David já estava sendo monitorado por agentes da especializada.
Também foram convertidas as prisões dos PMs Rafael Lara Ferreira, da UPP Jacarezinho, e os dois ex-PMs Djair de Araújo Silva e Jozenildo da Silva Emiliano, que estavam com David no dia do sequestro.
Entenda o caso
Três PMs e o filho do traficante Fernandinho Beira-Mar, David Lira da Costa, foram presos em flagrante por sequestro na noite desta quinta-feira, na Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio. A ação foi realizada pela Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme). A vítima foi o próprio cunhado do criminoso, abordado pelos criminosos na Favela Beira-Mar, na mesma região. Segundo o delegado titular da Desarme, Marcos Amin, o alvo dos bandidos era a mulher de Beira-Mar.
O delegado da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme) explicou que o grupo pediu R$ 150 mil para liberar o refém. A unidade passou a monitorar o bando e conseguiu prender os quatro antes que o valor do resgate fosse pago. 
Ainda segundo Marcos Amin, no momento em que abordaram a vítima e deram início ao sequestro, eles usavam roupas da Polícia Civil como disfarce.
Há suspeita de que outros policiais estejam envolvidos no crime. Com eles, foi apreendido um simulacro de fuzil e uma pistola 9mm com dois carregadores. O bando foi capturado próximo em uma praça na Ilha do Governador e o refém foi liberado.
 

Comentários