Delegacia da Mulher de Nova Iguaçu prende suspeito de agredir namorada

Homem já havia sido preso duas vezes e liberado após pagar fiança

Por O Dia

Jonathan foi preso preventivamente nesta segunda-feira, após pagar fiança duas vezes
Jonathan foi preso preventivamente nesta segunda-feira, após pagar fiança duas vezes -
Rio - Policiais da Delegacia da Mulher (Deam) prenderam Jonathan Pires Lima, de 37 anos, por dano e lesão corporal contra o namorado da ex, durante uma briga dentro de um estacionamento. O suspeito também perseguia a mulher e chegou a invadir a residência da vítima. Ele foi capturado nesta segunda-feira, no Centro de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.
Segundo a titular da Deam de Nova Iguaçu, Mônica Areal, Jonathan foi preso duas vezes em flagrante, uma delas quando entrou no local de trabalho da ex e agrediu o namorado da mulher. "Ele foi onde ela trabalha e quebrou tudo. Na época, a vítima tinha um namorado e ele entrou em luta corporal com esse rapaz, além de tentar agredi-la", conta. 
A delegada explica que Jonathan não conseguiu atacar a ex na ocasião e que antes da briga, ele não apresentava comportamentos violentos. Após o ocorrido, ele foi liberado mediante ao pagamento de fiança. Poucos dias após a primeira prisão, ele foi novamente capturado, desta vez, por invadir a casa da mulher. Ele conseguiu ser liberado mais uma vez através de fiança.
Após a segunda liberação, a responsável pelo caso solicitou ao juiz a prisão preventiva de Jonathan. "O pedido foi feito porque ele continuou a ir atrás da ex-namorada, não respeitou as medidas protetivas e já havia sido preso duas vezes em flagrante". Monica Areal conta que no momento da prisão, o homem estava mais uma vez procurando a ex.



Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários