DJs do Complexo da Maré são intimados a depor na Polícia Civil

Dj Polyvox e Iasmin Turbininha foram chamados a prestar esclarecimentos na delegacia de Bonsucesso

Por O Dia

DJs foram acionados pela 21ª DP (Bonsucesso) para prestar depoimento na unidade
DJs foram acionados pela 21ª DP (Bonsucesso) para prestar depoimento na unidade -
Rio - Iasmin Soares dos Santos, a Iasmin Turbininha, e Diogo Lima da Costa, o DJ Polyvox, utilizaram as redes sociais para se manifestarem contra a intimação recebida pela dupla para prestar depoimento na 21ª DP (Bonsucesso). A Polícia Civil e a unidade não esclareceram o motivo.
Polyvox, conhecido pelos bailes na Nova Holanda, no Complexo da Maré, é um dos percursores do funk 150 BPM, ou batidas por minuto. O estilo ficou conhecido por ser tocado nas festas no Rio, principalmente pelo Baile da Gaiola, idealizado pelo DJ Rennan da Penha, preso desde abril deste ano. Polyvox questionou em seu perfil oficial se "ser funkeiro é crime".
Iasmin Turbininha publicou que não foi informada sobre o que será tratado com sua presença na delegacia e que esta é uma tentativa de criminalizar o funk. Ela também é conhecida por utilizar o 150 BPM em suas músicas e faz diversos bailes pelo estado.
As intimações aos profissionais ligados ao funk acontecem dois meses após a prisão de Rennan da Penha, condenado a seis anos e oito meses por associação ao tráfico. A sentença é baseada em uma testemunha que afirma que Rennan era conhecido como "Dj dos bandidos" e que passava informações sobre operações para os traficantes da região.

Comentários