Pai e filho morrem em incêndio em prédio de Higienópolis

Bilongo Lando Domingos tentou escapar das chamas com o pequeno Gabriel Kaleb Bilongo, mas não conseguiu

Por O Dia

Rio,17/09/2019 -HIGIENOPOLIS- Pai e filho morrem em incendio em apartamento em Higienopolis. na foto, apartamento das vitimas.Foto: Cléber Mendes/Agência O Dia
Rio,17/09/2019 -HIGIENOPOLIS- Pai e filho morrem em incendio em apartamento em Higienopolis. na foto, apartamento das vitimas.Foto: Cléber Mendes/Agência O Dia -
Rio - Pai e filho morreram, na manhã desta terça-feira, em um incêndio que atingiu um prédio de três andares que fica no número 287 da Rua Ubiratã, em Higienópolis, na Zona Norte do Rio. Bilongo Lando Domingos, de 40 anos, e Gabriel Kaleb Bilongo, de apenas 1 ano, não conseguiram escapar das chamas que atingiram o apartamento deles, que fica no segundo andar do imóvel. 
De acordo com testemunhas, as chamas ficaram intensas e moradores da região usaram uma escada para tentar socorrer os dois. O funcionário público Fabio Marcílio, 39, conta que testemunhou o esforço do pai para tentar salvar o filho, que chorava muito.
"Quando cheguei, já vi o pai na varandinha, mas ela é gradeada. A atitude dele era o tempo todo de tentar salvar o filho, abraçava o bebê tentando protegê-lo. Subimos na lage da pizzaria que fica em baixo, usamos ferramentas para tentar quebrar a grade, mas era chumbada. Mas depois a fumaça preta foi ficando ainda mais forte, o calor das chamas se intensificando, não tivemos mais o que fazer", lamentou.
Fumaça do incêndio foi vista de longe - BTN / COR
Fábio foi um dos vários vizinhos que não mediram esforços para tentar salvar Bilongo e Gabriel. O funcionário público disse que se sentiu impotente por não ter conseguido socorrê-los.
"Em quase todos os momentos em que estavam juntos, eles mencionavam o nome do filho", lamenta Matheus da Costa, amigo da família. Ele informa que, na casa, Bilongo morava com a esposa e o filho, o grande sonho de suas vidas. 
"No momento do incêndio, dá para ver que era um sentimento de pai, mas principalmente de um pai apaixonado pelo filho. O filho era um sonho para ele, e não tinha medo de morrer junto com esse sonho", contou Matheus.
Bilongo Lando nasceu na Angola e mora no Brasil há mais de 19 anos, onde casou e construiu família. Matheus, também imigrante do país, afirmou que o Consulado Geral da Angola no Rio de Janeiro e a comunidade angolana se solidarizam com o caso. "O Consulado da Angola pretende dar apoio. Todos nós, enquanto comunidade angolana, estamos muito sentidos", comentou. 
Agentes do quartel de Ramos do Corpo de Bombeiros foram acionados às 8h40 e estiveram no endereço. A investigação está a cargo da 21ª DP (Bonsucesso), que fez a perícia no local e faz acompanhamento do caso.
Um vídeo divulgado pela página "O Grito de Higienópolis" mostra as chamas no local; confira!

Galeria de Fotos

Rio,17/09/2019 -HIGIENOPOLIS- Pai e filho morrem em incendio em apartamento em Higienopolis. na foto, apartamento das vitimas.Foto: Cléber Mendes/Agência O Dia Cléber Mendes
Prédio fica na Rua Ubiratã Reprodução / O Grito de Higienópolis
Pai e bebê morreram ao não conseguirem escapar de incêndio no prédio em que moravam em Higienópolis, na Zona Norte do Rio Reprodução da TV Globo
Fumaça do incêndio foi vista de longe BTN / COR

Comentários