Acidente com ônibus deixa dois mortos e feridos na Serra de Petrópolis

Motorista do coletivo, que seguia de Minas Gerais para o Rio, teria tentado uma ultrapassagem em uma das curvas e perdeu o controle do veículo

Por O Dia

O ônibus bateu contra um barranco
O ônibus bateu contra um barranco -
Rio - Duas pessoas morreram e 56 ficaram feridas, na manhã deste domingo, durante um acidente com um ônibus no km 99 da Serra de Petrópolis (BR-040), em Duque de Caxias, na pista sentido Rio. Segundo informações iniciais, o motorista do coletivo, que seguia de Minas Gerais para o Rio, teria tentado uma ultrapassagem em uma das curvas e perdeu o controle do veículo, da empresa Cota Tur. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o ônibus então saiu da pista e bateu contra um barranco.
Helicópteros do Corpo de Bombeiros e ambulâncias da concessionária da rodovia foram usados para resgatar as vítimas, que estão sendo levadas para os hospitais Moacyr do Carmo e Adão Pereira Nunes, na Baixada Fluminense. O motorista não resistiu aos ferimentos e morreu.
Por conta do acidente, a via chegou a ser totalmente interditada, mas já foi liberada parcialmente. Segundo a concessionária Concer, a descida da Serra opera em meia pista, sem retenção.
De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), 17 adultos e sete menores deram entrada no Hospital Estadual Adão Pereira Nunes (HEAPN). No entanto, um dos adultos já deu entrada na unidade em óbito. Do total, três pacientes já receberam alta hospitalar. Já no Hospital Moacyr do Carmo, 32 pessoas deram entrada na unidade vítimas do acidente. Dessas, algumas chegaram com ferimentos leves e foram liberadas e outras permanecem internadas.
A SES ainda esclareceu que toda a rede de hospitais do estado está integrada ao Corpo de Bombeiros e trabalha em apoio ao atendimento dos acidentados. Os hospitais estaduais Alberto Torres (HEAT), Azevedo Lima (HEAL), Getúlio Vargas (HEGV), Carlos Chagas (HECC) e de Ortopedia e Traumatologia Vereador Melchiades Calazans (HTO Baixada) estão de prontidão para receber parte das vítimas, bem como pacientes de outras internações para liberar leitos e, assim, facilitar o atendimento das vítimas no próprio HEAPN.
Segundo passageiros, o motorista do ônibus vinha dirigindo de forma imprudente e em alta velocidade antes do acidente.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

O ônibus bateu contra um barranco Reprodução / Internet
Helicópteros do Corpo de Bombeiros foram usados para socorrer as vítimas Divulgação / Corpo de Bombeiros

Comentários