Mulher que atropelou motociclista na Zona Oeste é presa

Advogado de Karla fez contato com a delegacia e disse que ela iria se apresentar. Ela é identificada como responsável pela morte de motociclista

Por Bruna Fantti

Karla se entregou na Cidade da Polícia
Karla se entregou na Cidade da Polícia -
Rio - Foi presa, na tarde desta terça-feira, Karla Vasconcellos de Almeida, de 41 anos. Identificada como responsável pela morte de Jonatan Lima da Silva, de 24 anos, ela estava foragida e se entregou na Cidade da Polícia. O delegado Reginaldo Guilherme, titular da 33ª DP (Realengo), está se dirigindo para o local para buscá-la e realizar acareação junto com o marido, que prestou depoimento nesta tarde, e nega ser o homem que é visto em vídeo deixando o veículo da mulher após o incidente. 
Ainda segundo o delegado, imagens de câmera de segurança foram fundamentais para chegar a conclusão do crime: "Tem imagem dela na contramão e, quando o carro para, um homem sai pela porta do carona andando e some", afirmou Reginaldo.
O delegado recebeu informações de que a motorista havia saído de um motel, instantes antes da colisão. Imagens de câmeras dos estabelecimentos do tipo, localizados perto do local de acidente, foram requisitadas, mas até agora a informação não foi confirmada. Karla é esposa de um sargento da PM, que prestou depoimento nesta terça-feira.
Jonatan voltava do trabalho, de motocicleta, quando foi atingido pelo carro de Karla. Ela fugia de uma blitz da Lei Seca, na Estrada do Catonho, em Sulacap. A polícia suspeitava de que ela poderia ter trocado de lugar com o motorista para o proteger, já que testemunhas afirmaram que um homem fugira do veículo, deixando Karla sozinha.
Rosangela Ferreira da Silva, tia paterna de Jonatan, falou ao DIA sobre o caso. "Só vendo com os meus olhos para ter certeza que a Justiça foi feita", afirmou. Ela e outros familiares esperam na porta da delegacia a chegada de Karla.
Tia paterna de Jonatan aguardava chegada de Karla na porta de delegacia - Bruna Fantti / Agência O Dia
"A minha cunhada (mãe do Jonatan) disse que a perdoa. Ela é um ser humano especial. Eu ainda não consegui perdoar e quero que a Justiça seja feita. Se for pra ela ficar 20 anos presa, que fique e cumpra a pena", afirmou.
Ao chegar na unidade, Karla foi recebida por familiares de Jonatan com gritos de 'assassina'.
Vídeo mostra homem saindo de carro 
Um vídeo de câmeras de segurança mostra o momento em que um homem sai andando do veículo de Karla Vasconcellos, logo após o atropelamento que causou a morte de Jonatan Lima da Silva, 24 anos. "As imagens ainda flagram o momento em que ela tenta fugir, mas motoqueiros cercam o carro e furam os pneus. Esse homem que saiu do carro se esconde em um matagal", disse o delegado Reginaldo Guilherme, da 33° DP (Realengo). 
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Karla se entregou na Cidade da Polícia Divulgação
Portal dos Procurados oferece recompensa pelo paradeiro de Karla Divulgação
Tia paterna de Jonatan aguardava chegada de Karla na porta de delegacia Bruna Fantti / Agência O Dia
Karla Vasconcelos Ricardo Cassiano/Agência O Dia

Comentários