Alerj aprova criação de CPI para apurar incêndios no Rio

Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Incêndios será composta por cinco membros e terá duração de 90 dias

Por O Dia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj)
Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) -
Rio - A Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj) aprovou, nesta quarta-feira, a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as causas dos últimos incêndio ocorridos no estado. De autoria do deputado estadual Alexandre Knoploch (PSL), medida foi aprovada em discussão única e será promulgada pelo presidente da Casa e publicada no Diário Oficial do Legislativo nos próximos dias.
"É um grande passo para evitarmos tragédias. Vamos trabalhar de maneira firme para verificar quais medidas estão sendo tomadas para a prevenção de novos acidentes e qual é o tratamento recebido pelas vítimas. Precisamos dar uma resposta à sociedade", ressalta Knoploch.
Incêndios de grandes proporções ocorridos no Rio de Janeiro abalaram não só o estado, mas todo o Brasil. Em 2018, o Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista, foi completamente destruído pelo fogo. Já em fevereiro deste ano, 10 jovens atletas morreram e três ficaram feridos no Ninho do Urubu, o centro de treinamento do Flamengo. Catástrofes também ocorreram em hospitais como o Badim, na Tijuca, e Balbino, em Olaria.
A CPI dos Incêndios será composta por cinco membros e terá duração de 90 dias.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários