Queda de árvore interdita Avenida Maracanã

Segundo o Centro de Operações Rio (COR), por conta do incidente, o trânsito da via foi desviado para a pista da esquerda

Por O Dia

Árvore caiu na Avenida Maracanã
Árvore caiu na Avenida Maracanã -
Rio - O temporal que caiu na cidade nesta segunda-feira continua causando estragos. Uma árvore caiu na Avenida Maracanã, na Tijuca, Zona Norte do Rio, e interdita a pista da direita, sentido Centro, na tarde desta terça-feira. Segundo o Centro de Operações Rio (COR), por conta do incidente, o trânsito da via foi desviado para a pista da esquerda.
Nesta segunda-feira, o município entrou em Estágio de Atenção às 11h50 devido a atuação de uma frente fria no oceano, que causou instabilidades e trouxe chuva forte. Diversos bairros registraram grandes alagamentos e quedas de árvores, provocando transtornos na cidade.
Além do rastro de destruição e dos alagamentos nas áreas asfaltadas, durante a chuva de ontem, as comunidades também foram afetadas. Segundo a Defesa Civil Municipal, às 12h15, 16 sirenes de alerta foram acionadas em sete comunidades que atingiram o protocolo de risco de deslizamento, com 40 mm de chuva ou mais no intervalo de 1h. O acionamento aconteceu na Rocinha, Guararapes, Santa Marta, Formiga, Santa Alexandrina/Paula Ramos e Morro dos Cabritos.
Casa de três andares desaba no Rio Comprido por causa das chuvas
Uma casa de três andares desabou, na noite desta segunda-feira, no Rio Comprido, na região central do Rio. O imóvel ficava na Rua Cândido de Oliveira, na localidade conhecida como Escadaria, na comunidade do Escondidinho. O desabamento fez com que outras duas casas fossem atingidas parcialmente. Ninguém ficou ferido.
A operadora de telemarketing Cleide Barros, de 48 anos, conta que sua casa, vizinha a que desabou, foi atingida, tendo parte de seu banheiro destruído. Ela afirma que a residência ao lado veio abaixo por volta das 21h, quando tinha abacado de chegar do trabalho. "Com a chuva de ontem, a casa do lado da minha começou a estalar desde cedo e os canos estouraram. Já era um indício de que ela estava desmoronando", Cleide conta. "O muro começou a cair e a gente já saiu de casa. Nisso, logo em seguida a casa desabou".
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários