Alerj aprova contas de 2018 de Pezão apesar de parecer contrário do TCE

Resultado comprova trabalho da base do governador para já criar ‘precedente’ nas contas de Witzel

Por PALOMA SAVEDRA

-
Rio - Com 34 votos favoráveis, as contas de 2018 do governo de Luiz Fernando Pezão e Francisco Dornelles foram aprovadas, nesta terça-feira, na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). Trinta deputados rejeitaram o balanço financeiro apresentado por Pezão, seguindo o parecer prévio dado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ). Houve ainda uma abstenção.

O resultado comprova uma intenção da base aliada do governador Wilson Witzel de criar um precedente quando votarem, ano que vem, as contas de 2019 do atual governo. Isso porque, como o governo fluminense ainda vive um período de dificuldades financeiras, e tem um déficit orçamentário previsto para 2020 da ordem de R$ 11 bilhões, há preocupação de governistas com o relatório que será apresentado ao TCE.

Ao analisarem o balanço das contas do ano passado, entregue pela gestão Pezão, os conselheiros do TCE apontaram 14 irregularidades do governo. Entre elas, o não investimento mínimo na Saúde:foram aplicados6,56% das receitas de impostos e transferências, enquanto a Constituição Federal determina índice mínimo de 12%.

Houve ainda descumprimento de regras do Regime de Recuperação Fiscal, acordo firmado entre estado e União, em 2017, paraajudar o Rio a sair da crise financeira.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Divulgação
Divulgação

Comentários