Sindicato atesta perigosas condições de trabalho para motoristas

Apenas em 2019, o órgão enviou mais de cem ofícios para batalhões, delegacias, Secretaria de Segurança e prefeituras denunciando casos de violência urbana, segundo Rubens Oliveira, presidente do sindicat

Por O Dia

Rio - O Sindicato dos Trabalhadores dos Transportes Rodoviários de Passageiros de Niterói a Arraial do Cabo (Sintronac) atestou as perigosas condições de trabalho dos motoristas que atuam na região.

Apenas em 2019, o órgão enviou mais de cem ofícios para batalhões, delegacias, Secretaria de Segurança e prefeituras denunciando casos de violência urbana, segundo Rubens Oliveira, presidente do sindicato. A entidade orienta os funcionários que não circulem em regiões de risco. 

O representante informa, ainda, que neste ano pelo menos 480 rodoviários estão recebendo INSS por afastamento do trabalho decorrente de complicações psicológicas e psiquiátricas. Em 80% dos casos, o motivo é a violência urbana. Além disso, 225 dos pedidos de demissão homologados neste ano foram devido à violência e ao estresse no trabalho, equivalente a 70% de todos os pedidos de demissão por parte de funcionários. Depois da saída, eles preferem trabalhar com aplicativos ou em outra profissão.

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários