Após retirada de 40 trens de circulação, passageiros reclamam de superlotação e atraso nas estações

Um dos trens foi flagrado por um usuário andando com a porta aberta

Por Thuany Dossares

Usuário flagra trem superlotado andando com a porta aberta no ramal Santa Cruz
Usuário flagra trem superlotado andando com a porta aberta no ramal Santa Cruz -
Rio - Os passageiros que dependem dos trens da SuperVia para se locomover pelo Rio estão enfrentando problemas nesta segunda-feira. A concessionária retirou 40 trens de circulação, afetando diretamente a rotina de cerca de 420 mil pessoas que utilizam esse tipo de transporte. Problemas em série detectados nas caixas de tração, ainda em fase de garantia de fábrica, motivaram a retirada dos trens pela SuperVia e os intervalos em pelo menos três ramais sofrem atrasos.
Segundo a concessionária, antes da diminuição da frota, ela operava com 170 trens e transportava 600 mil passageiros, e, a partir desta segunda, está operando com 133 veículos. Os ramais Deodoro, Japeri e Santa Cruz e o trecho entre Saracuruna e Gramacho estão operando com atraso de intervalo. Algumas viagens do ramal Deodoro são realizadas em trens de quatro vagões em vez de oito, como acontece normalmente.
Nas redes sociais, os passageiros reclamaram de lotação nos trens e da demora nas estações. As linhas mais afetadas foram as de Japeri e Santa Cruz, onde o horário de pico acontece entre as 5h30 e 6h30, mas nesta segunda-feira, apresentou grande movimentação antes das 5h30.
O assunto "SuperVia" chegou aos Trending Topics do Twitter, com milhares de reclamações. Um usuário flagrou um trem do ramal Santa Cruz andando com a porta aberta e superlotado.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Usuário flagra trem superlotado andando com a porta aberta no ramal Santa Cruz Reprodução/Twitter
SuperVia Daniel Castelo Branco / Arquivo / Agência O DIA

Comentários