Shopping do Rio abre as portas para Papai Noel negro

Para Aylton, a festas das crianças aquece o sonho realizado, e estabelece metas até o fim da tarefa

Por *Julia Noia

O Papai Noel Aylton Lafayette faz sucesso com todos. Acima, o clique com as amigas Alice Rosa e Luciana Almeida; abaixo, a recordação é para o pequeno Davi
O Papai Noel Aylton Lafayette faz sucesso com todos. Acima, o clique com as amigas Alice Rosa e Luciana Almeida; abaixo, a recordação é para o pequeno Davi -

Rio - Este ano, o Natal chegou com uma nova roupagem no Madureira Shopping, na Zona Norte do Rio. Pela primeira vez, clientes podem tirar foto com o Papai Noel negro. Sentado no trono do bom velhinho desde 11 de novembro, Aylton Lafayette, ator aposentado de 66 anos, realiza um grande sonho: participar do Natal da criançada com bom humor, simpatia e carisma.  

Aylton se formou oficialmente como Papai Noel em 2000, e todos os anos refaz o curso para renovar o certificado. Em 2009, ano da eleição do ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, quis homenagear o primeiro presidente negro do país e adotou o nome "Obama Noel" como marca registrada.

Após 19 anos da sua formatura, o Madureira Shopping foi o primeiro a receber seu Aylton de braços abertos como personagem de Natal. "Sinceramente, tomei para mim que seria um sonho trabalhar como Papai Noel, independentemente do shopping, mas trabalhar no Madureira Shopping, tão pertinho da minha casa, em Vila Valqueire, não tem preço", comentou Aylton. 

A gerente de marketing do shopping, Andreia Vidal, conta que a proposta seria trazer uma figura natalina que representasse os moradores de Madureira, e não conseguiu pensar em um Papai Noel melhor que Aylton. "Nesse viés de empoderamento e representatividade, pensamos 'o nosso cliente é negro, então por que não ter um Papai Noel que represente nosso cliente de verdade?'. Se tiver rejeição, pelo menos estamos representando nossos clientes", explicou Andreia. 

O sucesso do primeiro Noel negro não está só na felicidade do ator, mas também nos sorrisos largos de crianças e adultos. Christina Vieira, arquivista de 44 anos, ficou satisfeita com a proposta, e fez questão de levar a filha Lívia, de apenas 6 anos.

"Faz parte ter um Papai Noel negro, porque o Brasil é uma mistura maravilhosa, então é importante ter essa imagem representando os negros", reforçou a mãe. A filha, que já tem fascínio com a festa, não deixou de tirar foto com o bom velhinho e, claro, fazer os pedidos de Natal.

Para Aylton, a festas das crianças aquece o sonho realizado, e estabelece metas até o fim da tarefa. "Eu vou ser Papai Noel de muitas crianças daqui, e até de adulto que nunca tirou essa foto tradicional", disse, emocionado.

Realmente, o bom velhinho atraiu adultos para tirar foto no trono que, depois de anos, relembram as doçuras da infância. Para Alice Rosa, estudante de 29 anos, o passeio no shopping se tornou um momento marcante. 

"Eu nunca tinha posado com Papai Noel em foto, nem mesmo na infância. Essa foi a primeira vez, e foi porque ele é negro", contou a estudante. Alice acredita, ainda, que a presença do ator aposentado como Papai Noel mostra o resultado da luta dos negros para serem inseridos na sociedade.

*Estagiária sob supervisão de Bete Nogueira

Foto natalina tradicional ganha versão fofura extra

Se é uma festa de família, o Natal também deve contemplar filhos de quatro patas. No Shopping Nova América, em Del Castilho, o trono do Papai Noel fica em frente ao clubinho dos pets.

Silvia Gravina sempre levou Luke, de 14 anos, para passear nos arredores e ficou satisfeita quando soube que ele poderia tirar foto com o bom velhinho. "Quando trazemos os cachorros com os próprios filhos, eles também se animam para tirar foto". disse.

O mesmo ritual movimenta Carolina Peixoto, mãe dos "salsichinhas" Pepe, de 2 anos, e Baloo, de 1 ano. Antes, ela levava os filhos para tirar foto com o Papai Noel, mas chegou a hora dos bichinhos, no BarraShopping. "O Natal é nossa festa preferida, traz o clima da família reunida, inclusive com os cachorros. É uma delícia vê-los participando", comentou.