Witzel anuncia Segurança Presente nas estradas

Programa vai custar R$ 500 milhões e visa combater roubos de carga no Estado do Rio

Por O Dia

Ontem, operação em São João de Meriti contra roubo de cargas e de carros terminou com quatro mortos
Ontem, operação em São João de Meriti contra roubo de cargas e de carros terminou com quatro mortos -

Rio - O governo estadual vai lançar nesta sexta-feira o Programa Segurança Presente nas Estradas. O anúncio foi feito ontem pelo governador Wilson Witzel durante a segunda edição do Fórum Nacional da Inteligência aplicada para o Combate à Criminalidade, em São Paulo. O objetivo é combater os roubos de carga e o projeto vai custar R$ 500 milhões.

De acordo com Witzel, o programa vai contar com a participação de agentes das polícias especializadas e ainda prevê fechamentos de corredores de carga e o uso de helicópteros e motocicletas para combater tal tipo de crime. O governador anunciou que os R$ 500 milhões para o financiamento do projeto virão de um fundo para o qual as próprias empresas deverão doar recursos até atingir o valor.

Ontem, pelo menos quatro traficantes morreram durante uma operação que a 64ª DP (São João de Meriti) contra uma quadrilha especializada em roubos de carros e cargas, e extorsões. Segundo a Polícia Civil, os criminosos seriam do Complexo do Chapadão, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Foram apreendidos um fuzil, duas pistolas e uma granada.

De acordo com as investigações, a quadrilha era alvo de cinco inquéritos policiais da 64ª DP. A operação contou com apoio da Subsecretaria de Inteligência da Polícia Civil (SSINTE) e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core).

"Polícia Civil vem intensificando o trabalho de cumprimento de mandados de prisão em crimes cometidos por organizações criminosas e outros que envolvam violência e grave ameaça contra a pessoa, buscando assim uma diminuição dos índices criminais destas modalidades", disse o titular da 64ª DP, o delegado Vinicius Domingos.

 

Comentários