Jovem de 20 anos é morta a tiros pelo ex a caminho da escola

Katlen da Silva do Carmo tinha acabado de sair do trabalho, quando foi baleada no meio da rua

Por RAI AQUINO

Katlen da Silva do Carmo tinha 20 anos
Katlen da Silva do Carmo tinha 20 anos -
Rio - Uma mulher foi morta a tiros no meio da rua, na noite desta quinta-feira, em Maricá, na Região Metropolitana do estado. Katlen da Silva do Carmo, de 20 anos, foi baleada pelo ex-namorado na Rua 51, no bairro Jardim Atlântico, no distrito de Itaipuaçu. Ela estava a caminho da escola, em Inoã, onde cursava o último ano do Ensino Médino.
De acordo com testemunhas, os dois discutiam no momento do crime, por volta das 18h. O autor dos disparos, que foi identificado como Ewerton, fugiu do local, logo após atirar contra a jovem. Os dois tinham terminado o namoro de seis meses há cerca de três.
"Ela tinha acabado de sair do trabalho e ele encontrou com ela na porta", conta a irmã de Katlen, a estudante Adriele do Carmo, 21. "Os dois discutiram porque ele não aceitava o fim do namoro".
Crime aconteceu na noite desta quinta - Reprodução / Internet
Katlen era cuidadora de dia e estudava à noite. Ela e o ex se conheceram em um bar que frequentavam, através de uma prima dela. Durante o relacionamento de seis meses dos dois, ela não tinha queixas do ex, segundo a irmã. Muito pelo contrário!
"Ela sempre disse que ele era carinhoso, apaixonado. Mas decidiu terminar o relacionamento porque ele foi morar no Rio e quase não conseguiam mais se ver porque ela trabalhava de segunda a sexta e ele nos fins de semana", Adriele relembra, dizendo que Ewerton é barbeiro e mora em Madureira.
A cuidadora morava com a irmã, a mãe, de 39 anos, e um irmão de 17, na entrada de Itaipuaçu. Todos estão inconformados com o que aconteceu.
"Eu estou tentando me segurar, ficar calma, porque tenho uma recém-nascida para cuidar. Então, está difícil", a estudante lamenta. "A família está revoltada com uma atrocidade dessas e tá todo mundo muito triste. Todo mundo está acabado porque ela não fazia mal pra ninguém, sempre foi muito trabalhadora, batalhadora. Sempre correu atrás do dela, nunca foi de briga, nunca foi de mexer com ninguém".
Katlen da Silva do Carmo tinha 20 anos - Arquivo Pessoal
Até o fim da manhã desta sexta, o corpo de Katlen estava no IML do Barreto, em Niterói. A família já foi avisada de que ele foi liberado e prepara para fazer o sepultamento da jovem.
A morte de Katlen é investigada pela Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSG). A Polícia Civil disse, em nota, que o autor do feminicídio foi identificado e que "diligências estão sendo realizadas".

Galeria de Fotos

Katlen da Silva do Carmo tinha 20 anos Arquivo Pessoal
Katlen da Silva do Carmo tinha 20 anos Arquivo Pessoal
Crime aconteceu na noite desta quinta Reprodução / Internet
Katlen da Silva do Carmo tinha 20 anos Arquivo Pessoal

Comentários