Polícia faz operação contra receptadores de carros de aplicativo roubados

Foram 11 mandados de busca e apreensão, cumpridos principalmente em bairros da Zona Oeste do Rio

Por RAI AQUINO

Wemerson Roberto da Silva Camilo foi preso em flagrante com um moto roubada
Wemerson Roberto da Silva Camilo foi preso em flagrante com um moto roubada -
Rio - Policiais civis da 50ª DP (Itaguaí) fizeram, nesta terça-feira, a Operação Ponta a Ponta, contra receptadores de carros de aplicativo roubados. Ao todo, foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão. Os agentes estiveram na Barra da Tijuca, Vargem Grande, Realengo, Campo Grande, Duque de Caxias, Itaguaí, Rio das Ostras, Casimiro de Abreu e em Maricá.
Durante o cumprimento dos mandados, Wemerson Roberto da Silva Camilo foi preso em flagrante, em Inhoaíba, em Campo Grande. Ele estava com uma moto roubada, sem placa. 
Em outro endereço da quadrilha, foi encontrado um carro roubado. Além disso, foram apreendidos celulares, notebooks, documentos e velocímetro de veículos e placas de automóveis roubados.
Um carro roubado foi encontrado em um dos endereços da quadrilha - Divulgação / Polícia Civil
A ação de hoje foi um desdobramento da realizada no dia 5 de agosto, que teve a prisão dos responsáveis pelos roubos. Os alvos principais da quadrilha são motoristas de aplicativo. 
"A operação desencadeada nesta data tem por fim encontrar em posse dos investigados veículos e outros bens ilícitos que culminam com a prisão em flagrante deles e/ou outros elementos de prova para investigação", destacou o titular da 50ª DP, o delegado Marcos Santana.
Durante a ação, um dos foragidos da primeira fase, Matheus Jeferson Dias Ribeiro Santos, se apresentou à polícia e foi preso.
'A GRANDE FAMÍLIA'
Durante as investigações a polícia descobriu que a organização criminosa criou um grupo de WhatsApp chamado 'A Grande Família'. Lá, os bandidos combinavam a atuação, aceitando, inclusive, encomendas de veículos.
Os receptadores pagavam de R$ 500 a R$ 1 mil por carro roubado, dependendo do modelo e seu estado de conservação. Feita a transação, eles "preparavam o carro", que era clonado e revendido.
CORRIDAS PARA ITAGUAÍ
Ainda segundo a polícia, os criminosos da quadrilha que atuam no roubo dos carros faziam os pedidos de corrida por aplicativo em Santa Cruz ou Campo Grande, na Zona Oeste do Rio. Eles apontavam um sítio em Santa Cândida, em Itaguaí, na Região Metropolitana do estado, como destino final.
"Durante o trajeto, o motorista era rendido e levado para o local do cativeiro, um terreno baldio em Santa Cândida, onde era vigiado enquanto um dos roubadores levava o veículo até o receptador", o delegado contou.
Dentre os procurados desde a primeira fase da operação, Carlos Vítor do Nascimento Leiroz continua foragido.
Carlos Vítor do Nascimento Leiroz continua sendo foragido - Reprodução
EXIBICIONISTAS
O bando gostava de exibir gravando vídeos, que eram compartilhados entre eles. Em uma das imagens, é possível ver eles filmando grande quantidade de drogas e um revólver, além de munições e dinheiro; assista!
A polícia interceptou várias mensagens trocadas pelo grupo "A Grande Família"; confira algumas delas!

Galeria de Fotos

Mensagens trocadas entre os membros da quadrilha Reprodução / WhatsApp
Mensagens trocadas entre os membros da quadrilha Reprodução / WhatsApp
Mensagens trocadas entre os membros da quadrilha Reprodução / WhatsApp
Mensagens trocadas entre os membros da quadrilha Reprodução / WhatsApp
Mensagens trocadas entre os membros da quadrilha Reprodução / WhatsApp
Áudios interceptados pela polícia mostram como a quadrilha agia.
Criminoso explica forma de atuação:
Bandido avisa que receptadores não aceitam carro velho:
Membro da quadrilha conta valor pago por veículo:
Criminoso fala do grupo 'A Grande Família':
Bandido conta que vai levar três dos cinco membro da quadrilha para roubo:
Carro antigo dispensado:
Membro da quadrilha oferece carro a receptador:
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários