Nova gastronomia de botequim traz sanduíche de coração de galinha e pasta de alho

A novidade é da lanchonete Pão de Alho do Gordo, localizada na Tijuca

Por Luana Dandara

Ruan Nemeczyk mistura novos recheios à baguete: sucesso instantâneo
Ruan Nemeczyk mistura novos recheios à baguete: sucesso instantâneo -

Em um pão baguete, 300g de coração de galinha, feitos na chapa, são distribuídos em uma camada de pasta de alho. Por cima, queijo mussarela derretido. Ficou com água na boca? A novidade é da lanchonete Pão de Alho do Gordo. Localizada na Tijuca, foi inaugurada no início de novembro e está fazendo grande sucesso, depois da foto do sanduíche viralizar na internet. Já no dia da inauguração tinha fila na porta de um público curioso para experimentar a combinação.

Dono do negócio, Ruan Nemeczyk, de 31 anos, conta que a ideia veio depois de fechar seu último empreendimento, uma champanheria, por problemas com o sócio. "Precisava criar algo novo pra recomeçar minha vida. Pão de alho, coração e queijo todo mundo gosta, mas ninguém vende isso junto. Fiz os testes com a minha família, que amou". Ele também é o criador do Chandonlé, um sacolé de espumante e frutas que bombou nas praias, em 2015. "Só tinha sobrado meu carro e foi isso que vendi para investir no pão de alho", acrescentou Ruan.

Galeria de Fotos

Ruan Nemeczyk mistura novos recheios à baguete: sucesso instantâneo Fotos de Ricardo Cassiano
Assim como muitos clientes que chegam, Suelen Barros soube da novidade pela internet e correu para conferir Foto: Ricardo Cassiano/Agencia O Dia

Morador da Mangueira, ele justificou o sucesso do sanduíche pela forma artesanal que é feito. "O pão é sob medida; as pastas, minha irmã criou. É um sanduíche com gosto", resumiu. São três opções de pasta: alho tradicional, alho com ervas ou alho poró. O recheio também pode ser de linguiça, picanha ou frango. O queijo é à parte, por R$ 5,90. Os lanches custam a partir de R$ 15,90. O queridinho, com recheio de coração, R$ 21,90.

Em breve, a opção com recheio de berinjela grelhada estará disponível no cardápio, para agradar os vegetarianos. E o curioso é que Nemeczyk é magrinho. O nome do local, contou ele, é uma homenagem ao pai, que faleceu há três anos. "Era o apelido dele. Meu pai cozinhava muito", disse.

 

Procura pelo lanche fez equipe crescer

Com longas filas, na Rua Enes de Sousa, 60, a lanchonete teve falta de estoque de coração de galinha nos primeiros dias de funcionamento. O proprietário Ruan também precisou aumentar o quadro de funcionários. As entregas, por enquanto, estão paralisadas, por conta da grande demanda. 

"E recebi mensagens do país todo, várias pessoas interessadas em abrir franquia. Dei entrada na patente do nome. Primeiro, quero consolidar franquias no Rio, um passo de cada vez", afirmou Nemeczyk.

Morador de Olaria, Felipe Saraiva, de 24 anos, foi até o local provar a novidade com os amigos. "Gosto muito de churrasco. Está delicioso", ressaltou. Suellen Barros, de 36 anos, disse ter se surpreendido com o sanduíche. "Vi na internet e quis provar. Amo coração e pão de alho, é a combinação perfeita. Achei muito gostoso".

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários