App também ajudará em estatísticas

Por

De acordo com a presidente da Antra, Keila Simpson, o aplicativo - que funcionará em todo país - também será uma ferramenta que reunirá dados da violência contra essa população. Ela lembra que há dificuldade de contabilizar os registros e as denúncias dos casos.

"A partir desses dados, teremos acesso às estatísticas que podem ser usadas na construção de políticas públicas. Nossa intenção é erradicar essas violências", explicou.

Segundo Keila, a plataforma foi batizada de Dandarah em homenagem à travesti Dandarah Ketlyn, que foi brutalmente assassinada em 2017, no Ceará: "Escolhemos o nome da Dandarah como símbolo de resistência das LGBTI".

O aplicativo está disponível, na versão Beta, na Play Store, para sistema Android. Posteriormente, ele também estará na App Store.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários