Motorista de ônibus resgata celular de PM

Atitude surpreendeu passageiros e o policial

Por Luana Dandara

Sidney é motorista há 20 anos
Sidney é motorista há 20 anos -

Um gesto de honestidade em meio ao caos do trânsito. O motorista Sidney Couto do Nascimento, 47 anos, conduzia um ônibus da linha 323 (Castelo/Bananal) ontem, pela manhã, quando deparou com um celular caído no acostamento da Linha Vermelha, na altura do Caju. Mesmo com a tela quebrada, já que um veículo havia passado em cima do aparelho minutos antes, ele fez questão de parar o coletivo para buscar o telefone. E o deixou sobre o painel, no caso de alguém ligar.

"Não demorou nem 10 minutos e um homem que se identificou como policial militar ligou", contou.

O PM havia socorrido uma grávida no local e colocou o celular em cima da viatura. Ao levar a mulher ao hospital, acabou se esquecendo do smartphone, que caiu na via.

O aparelho foi devolvido à tarde. E a atitude surpreendeu os passageiros do ônibus, além do policial. "Fico feliz porque as pessoas ficam gratas, alegres de recuperarem os seus pertences", disse Sidney.

Essa não foi a primeira vez, entretanto, que ele encontrou objetos perdidos nas ruas da cidade e dentro do ônibus. "Já achei diversos celulares, carteira com dinheiro e até exame médico. Busco sempre devolver, assim que fui ensinado pelos meus pais. Também sou pastor evangélico e ficar com algo que não é meu vai contra os meus princípios", afirmou ele, condutor de ônibus há 20 anos. "Me orgulho da minha profissão", finalizou.

Colaborou Ana Mello

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários