Ano Novo movimenta a economia do Rio

Por

O Réveillon, que reuniu 2,9 milhões de pessoas só na Praia de Copacabana, injetou na economia do Rio cerca de R$ 3 bilhões.

"É um consumo significativo na cidade, nos hotéis, nos bares, restaurantes, shoppings e, quanto mais consumo, mais emprego. Esses grandes eventos proporcionam empregos diretos e indiretos, rápidos, imediatos. Esse é o nosso foco para que o Rio saia da crise imediatamente e a gente possa ter, no ano inteiro, esse volume de empregos e de movimentação", pontuou Marcelo Alves.

De acordo com a Riotur, os números promissores não se limitaram ao período do Ano Novo. Entre os meses de janeiro e novembro de 2019, o Rio registrou aumento de 12% no desembarque de passageiros no Píer Mauá e de 5% na rodoviária. O fluxo de visitantes em pontos turísticos também aumentou. O crescimento da visitação no Trem do Corcovado atingiu 17%. No Pão de Açúcar chegou a 7%.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários