Morre chefe do tráfico que foi baleado em tiroteio com a PM no Chapadão

O suspeito é o chefe do tráfico da Favela da Linha, que fica no conjunto de favelas da Zona Norte do Rio. Com ele, subiu para quatro o número de mortos no tiroteio

Por ANDERSON JUSTINO e RAI AQUINO

O carro ficou com várias marcas de tiro
O carro ficou com várias marcas de tiro -
Rio - Morreu o traficante que foi baleado em uma troca de tiros com policiais militares, na manhã desta sexta-feira, em um dos acessos ao Complexo do Chapadão. O suspeito é o chefe do tráfico da Favela da Linha, que fica no conjunto de favelas da Zona Norte do Rio. Com ele, subiu para quatro o número de mortos no tiroteio.
O criminoso foi levado baleado ao Hospital Estadual Carlos Chagas (HECC), em Marechal Hermes, na Zona Oeste, logo após o confronto, que aconteceu por volta das 7h na Estrada do Camboatá, na esquina com a Rua Fernando Lobo, em Guadalupe. A identificação dele ainda não foi divulgada.
De acordo com testemunhas, a troca de tiros aconteceu quando cinco criminosos que estavam dentro de um carro preto tentavam fugir de uma operação que as polícias Civil e Militar faziam no Chapadão. Eles deram de cara com duas viaturas da PM e atiraram contra os agentes. Houve troca de tiros e três suspeitos morreram na hora. 
O líder do tráfico da Favela da Linha foi levado ao HECC e o quinto criminoso foi preso na hora.
De acordo com o comandante do 41º BPM (Irajá), o tenente-coronel Vinicius Carvalho, durante o confronto, os bandidos tentaram jogar uma granada nos policiais.
"O artefato não chegou a sair do carro, já que explodiu no porta-malas do veículo", contou o tenente-coronel, cujo batalhão comandou a operação ao lado da 31ª DP (Ricardo de Albuquerque).

Galeria de Fotos

O carro em que os suspeitos estavam ficou com muitas marcas de tiro Estefan Radovicz / Agência O
O carro em que os suspeitos estavam ficou com muitas marcas de tiro Estefan Radovicz / Agência O D
O carro chegou a invadir uma calçada Estefan Radovicz
O carro chegou a invadir uma calçada Estefan Radovicz / Agência O D
O carro chegou a invadir uma calçada Estefan Radovicz / Agência O D
O carro ficou com várias marcas de tiro Estefan Radovicz / Agência O
O carro ficou com várias marcas de tiro Estefan Radovicz
Tiros atingiram muros da região Estefan Radovicz / Agência O Dia
Tiros atingiram muros da região Estefan Radovicz / Agência O
Os tiros atingiram um ponto de ônibus próximo Estefan Radovicz / Agência O DIA
O carro em que os suspeitos estavam ficou com muitas marcas de tiro Estefan Radovicz / Agência O DIA
O carro em que os suspeitos estavam ficou com muitas marcas de tiro Estefan Radovicz / Agência O DIA
A OPERAÇÃO
O titular da 31ª DP, o delegado Fabio Luiz da Silva Souza, disse que as investigações da operação de hoje se iniciaram há cerca de dois meses. A ação dos agentes começou na noite desta quinta com a prisão em flagrante de dois traficantes da região, na Avenida Brasil.
"Eles estavam vindo do Complexo do Salgueiro, onde foram buscar armamento", conta o delegado.
A operação foi para prender criminosos do Chapadão envolvidos com tráfico de drogas e roubo de cargas e de veículos na região. Oito pessoas foram presas, cinco delas em flagrante e as outras três por causa de mandados de prisão.
Além disso, foram apreendidas três pistolas Glock, duas granadas, carregadores e drogas.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários