Acordo evita despejo da Associação de Basquete de Veteranos do Rio

Atingida pela crise econômica, a ABVRJ deixou de pagar os aluguéis em 2017, acumulando uma dívida de cerca de R$ 80 mil

Por O Dia

O presidente Benedicto Torteli (de azul), o vice-presidente Ronaldo Guimarães e a secretária Elisete Masche celebram o acordo com o vereador Rafael Aloísio Freitas
O presidente Benedicto Torteli (de azul), o vice-presidente Ronaldo Guimarães e a secretária Elisete Masche celebram o acordo com o vereador Rafael Aloísio Freitas -
Rio - A Associação de Basquete de Veteranos do Rio (ABVRJ), 16 vezes campeã brasileira e que há 22 anos promove diversos projetos socioesportivos na Praça da Bandeira, conseguiu escapar nesta semana de despejo por uma ação de reintegração de posse da prefeitura. Atingida pela crise econômica, a ABVRJ deixou de pagar os aluguéis em 2017, acumulando uma dívida de cerca de R$ 80 mil.

Procurado pela associação, o vereador Rafael Aloisio Freitas intermediou o acordo junto à Subsecretaria de Patrimônio e à Procuradoria do Município, evitando o despejo que se realizaria esta semana. A dívida foi parcelada em 80 vezes, que começará a ser paga já no próximo mês, juntamente com o aluguel.
O presidente da ABVRJ, Benedicto Cícero Torteli, agradeceu o apoio do vereador que, por sua vez, ressaltou a compreensão dos órgãos municipais para o equacionamento da questão. O vereador lembrou que o acordo não trará prejuízo financeiro ao município, mas, ao contrário, possibilitará um aumento na arrecadação.
"Nosso papel enquanto vereador é, entre outros, fazer esta intermediação entre o poder público e a população. A Associação de Basquete de Veteranos já tem história na nossa cidade, tradição e uma série de serviços sociais prestados à população da Zona Norte e do Centro. Acho que a cidade fez uma cesta de três pontos", disse Rafael Aloísio Freitas.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários