Mulher morre após saltar de ônibus em movimento durante assalto

Tânia da Conceição Mota voltava do trabalho para casa em um coletivo da linha 298 (Acari x Castelo), que foi abordado por assaltantes em Tomás Coelho

Por O Dia

Vítima era costureira da Unidos da Tijuca
Vítima era costureira da Unidos da Tijuca -
Rio - Uma mulher de 62 anos morreu após ser obrigada a saltar de um ônibus em movimento durante um assalto em Tomás Coelho, na Zona Norte do Rio, na noite de sexta-feira. Segundo a polícia, Tânia da Conceição Mota voltava do trabalho para casa em um coletivo da linha 298 (Acari x Castelo), que foi abordado por assaltantes na Rua Moacir de Almeida, nas imediações do Morro do Urubu.

Cinco passageiras foram obrigadas pelos criminosos a pular do veículo em movimento. Na queda, Tânia bateu a cabeça no meio-fio e morreu. As cinco vítimas foram socorridas no Hospital Salgado Filho, no Méier, mas Tânia não resistiu e morreu. As outras quatro pessoas já receberam alta hospitalar.
Segundo familiares, a vítima, que era costureira da Unidos da Tijuca, costumava pegar trem para voltar para casa, no Jacarezinho, mas optou pelo ônibus na sexta. Não há informações sobre os suspeitos.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Vítima era costureira da Unidos da Tijuca Reprodução / Facebook
O marido e a filha de Tânia da Conceição estiveram no IML neste sábado. A costureira morreu ao saltar de um ônibus em movimento quando ele era assaltado Ricardo Cassiano e reprodução facebook

Comentários