Mulher é atropelada com os filhos no Itanhangá; bebê que estava no colo morre

Criança estava no colo da mãe e ao lado do irmão de sete anos. Motorista teria ingerido bebida alcoólica

Por Anderson Justino

Pequena Maria Luiza dos Santos morreu em atropelamento
Pequena Maria Luiza dos Santos morreu em atropelamento -
Rio - Será sepultado na tarde desta quarta-feira (29), no cemitério do Caju, o corpo da pequena Maria Luíza dos Santos Rodrigues, de um ano e dois meses. A menina morreu na noite do último domingo após ser atropelada por um carro desgovernado enquanto atravessava a rua no colo da mãe e ao lado do irmão, no Itanhangá, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. O motorista tentou fugir, mas foi preso em flagrante.

A mãe da criança, Maria Janaína Lopes, de 32 anos, está internada no Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, Zona Norte do Rio. Ela sofreu traumatismo craniano e o estado de saúde dela é considerado grave. Já o pequeno Francisco Matheus, de sete anos, foi levado para o Hospital Miguel Couto e está fora de perigo.

O circuito interno de segurança de um posto de combustível flagrou o momento do acidente. Maria Janaína atravessava a rua com os dois filhos, quando foi surpreendida pelo carro que vinha em alta velocidade; assista!


O caso foi registrado na 16ª DP (Barra da Tijuca). O registro de ocorrência diz que o Danilo Marques Santos, de 28 anos, teria consumido bebida alcoólica. Danilo irá responder por dois crimes: lesão corporal culposa qualificada e homicídio culposo (quando não há intenção de matar). Familiares das vítimas disseram que ele foi liberado após pagar fiança.

“Ele não pode ficar solto porque vai voltar a fazer a mesma coisa com outras pessoas. Ele destruiu a minha família. O sonho da minha filha era ter uma menininha e ele tirou esse sonho”, desabafou a avô materna Luíza dos Santos. 
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários