Possível caso de coronavírus é investigado no Rio; país registra mais 8 suspeitas

Pacientes que estão sob investigação estão sendo monitorados e ficarão isolados até a divulgação do resultado dos exames

Por O Dia

China e Rússia também informaram que investem na criação de vacina
China e Rússia também informaram que investem na criação de vacina -
Rio - O Ministério da Saúde informou, nesta quarta-feira, a existência de nove casos suspeitos de infecção pelo coronavírus no Brasil, mas sem confirmação de nenhum deles. Além dos casos já divulgados em Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR) e Porto Alegre (RS), estão sendo investigadas suspeitas no Rio de Janeiro, São Paulo, Ceará e Santa Catarina.
Os dados foram atualizados nesta quarta-feira pela pasta. Segundo o ministério, diariamente haverá um boletim de atualização, divulgado às 16h.

No total, a pasta foi notificada de 33 casos. Mas apenas pacientes que apresentam sintomas como febre, tosse e dificuldade para respirar e têm histórico de viagem para a China nos últimos 14 dias, mesmo antes de apresentarem os possíveis sinais de infecção, são considerados suspeitos.

Os pacientes que estão sob investigação estão sendo monitorados e ficarão isolados até a divulgação do resultado dos exames. Outros quatro 4 casos foram descartados pelo governo.
A Fundação Oswaldo Cruz confirmou, por meio de nota, que recebeu amostras referentes aos casos suspeitos em Belo Horizonte e no Rio, e que o prazo para emissão de laudo é de até 72 horas a contar do recebimento da amostra.
Confira a nota completa:
"A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) confirma o recebimento, nesta quarta-feira (29/1), de amostras referentes a casos suspeitos de Belo Horizonte/MG e Rio de Janeiro/RJ. O material está sendo processado para patógenos respiratórios, incluindo os coronavírus. O prazo para emissão de laudo é de até 72 horas a contar do recebimento da amostra. Os resultados serão divulgados pelo Ministério da Saúde (MS)."
*Com informações do Estadão Conteúdo
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários