A alegria da sua viagem

Criador do personagem Juca Jacaré diverte a garotada no vai e vem dos trens, de onde tira sua inspiração

Por Anderson Justino

Rio, 24/01/2020, Artista que fica nos vagoes dos trens distribuindo seus desenhos,  na foto Julio, Foto de Gilvan de Souza / Agencia O Dia
Rio, 24/01/2020, Artista que fica nos vagoes dos trens distribuindo seus desenhos, na foto Julio, Foto de Gilvan de Souza / Agencia O Dia -

Já imaginou seu filho assistindo a um desenho animado onde o personagem principal é um animalzinho carioca bem descolocado que, junto com seus amiguinhos, dá dicas do dia a dia de como viver no Rio de Janeiro? Pois é, essa turminha animada já existe. Criação do desenhista Júlio Cesar Custódio Rocha, de 38 anos, Juca Jacaré e seus amigos vêm de Anchieta, Zona Norte do Rio, e têm um canal no YouTube.

O roteiro do desenho animado tem como ponto de partida fatos que acontecem na vida dos cariocas. E há três anos, as histórias fazem parte da vida de quem mora no Rio. "O Juca é a minha vida, amo esse personagem. Quero que todos sintam por ele o mesmo que eu sinto", enaltece seu criador.

Talvez na correria do dia a dia, as milhares de pessoas que passam pelas estações de trens da SuperVia não tenham prestado atenção. Mas Júlio divulga seu trabalho pelos vagões de todos os ramais, presenteando os passageiros com seus desenhos para falar do jacarezinho Youtuber e ver seu trabalho reconhecido.

"Eu criei o Juca pensando nas crianças do Rio. Ele tem todo o jeito da molecada que mora em nossa cidade, inclusive falando do jeito que eles gostam de falar e brincando como eles. E o principal de tudo: o Juca não perde a essência de viver ao lado de seus amiguinhos", explica. Munido de uma fantasia de cachorro (porque ainda não existe a do Juca) e o quadrinho dos personagens, Julio vai à luta.

"Não posso me envergonhar de divulgar meu trabalho. Pelo contrário, sinto orgulho do que faço. Nem sempre posso me dedicar, mas quando pinta a oportunidade, corro atrás do meu ideal", revela o criador do Juca.

Júlio César diz que a produção de seu trabalho é caseira, em um computador que ele mesmo montou. Para dar voz aos personagens/bicharada, ele conta com a ajuda de um amigo, dono de um estúdio de som.

"Esse amigo me ajuda bastante. Ele pega o vídeo bruto e encaixa as vozes dos personagens. Não gasto um centavo com a edição de áudio", completa. São histórias curtinhas, mas sempre com uma mensagem para as crianças.

Então, o que falta ao Juca Jacaré? O desenhista dá a dica: "Investidores que me ajudem a levá-lo para a televisão e escolas".

Incentivo veio de uma amigo ambulante

A decisão de divulgar seu trabalho começou em 2018. Júlio diz que um amigo, que trabalha como ambulante, deu a dica para que ele perde-se a vergonha e entrasse no transporte público para falar do Juca Jacaré.
"Hoje eu agradeço muito ao meu amigo. Eu já tinha criado o Juca, mas não sabia como divulgar".
O Jacarezinho descolado ganhou projeção depois que uma foto de Júlio Cesar foi divulgada nas redes sociais por um passageiro. Em pouco tempo, o desenhista viu sua vida ter uma reviravolta e um canal no youtube que tinha somente 50 inscrito, passou a ter 300 mil.
Essa explosão foi muito importante para mostrar que o projeto tinha potencial. Depois dessa divulgação, as pessoas passaram a perguntar quando o Juca iria parar na televisão e quando eu iria criar outros personagens".
Questionada sobre a Lei Estadual nº 8120, a SuperVia explicou que o desenhista não precisa estar cadastrado no sistema de apresentações artísticas, pois: "não cobra pelos desenhos, ele não passa chapéu".
A empresa disponibiliza o cadastro para os artistas que desejam se apresentar nas suas estações através da supervia ( https://www.supervia.com.br/pt-br/empresa/manifestacoes-culturais)
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Rio, 24/01/2020, Artista que fica nos vagoes dos trens distribuindo seus desenhos, na foto Julio, Foto de Gilvan de Souza / Agencia O Dia Gilvan de Souza / Agencia O Dia
Rio, 24/01/2020, Artista que fica nos vagoes dos trens distribuindo seus desenhos, na foto Julio, Foto de Gilvan de Souza / Agencia O Dia Gilvan de Souza / Agencia O Dia

Comentários