Chuva forte alaga ruas e deixa Rio em estágio de atenção

Núcleos de chuva estão sobre a Zona Norte, o Centro e em alguns pontos da Zona Oeste

Por O Dia

30 01 2020 - Temporal atinge a regiao Central do Rio. A chuva forte derrubou uma arvore em cima de dois taxi na Av. Men de Sa . Foto: Daniel Castelo Branco / Agencia O DIA
30 01 2020 - Temporal atinge a regiao Central do Rio. A chuva forte derrubou uma arvore em cima de dois taxi na Av. Men de Sa . Foto: Daniel Castelo Branco / Agencia O DIA -
Rio - Uma forte chuva atingiu o Rio na noite desta quinta-feira, alagando ruas, derrubando árvores e causando transtorno à população carioca. As chuvas caíram principalmente em bairros das Zonas Norte, Sul e no Centro, além de alguns pontos da Zona Oeste. O Centro de Operações da Prefeitura (COR) decretou estágio de atenção no município, às 20h05. 
Centro
No Centro, uma árvore caiu em cima de um táxi na Avenida Mem de Sá, na Lapa, provocando a interdição da via. Um passageiro sofreu escoriações leves.
As linhas 1, 2 e 3 do VLT ficaram de operação, às 20h17, por conta dos trechos alagados ao longo da via. O serviço foi retomado às 20h55.

Galeria de Fotos

Sambódromo Alberto João / Agência O Dia
Árvore caiu em cima de um táxi, na Avenida Mem de Sá, na Lapa Foto enviada ao zap zap do meia hora
Botafogo Natasha Viana / Agência O Dia
Rua do Rezende, Lapa Estefan Radovicz
Botafogo Reprodução
Rua do Rezende, na Lapa Estefan Radovicz / Agência O Dia
Olaria Reprodução
Tijuca Reprodução
Chuva na Avenida Presidente Vargas Reprodução / Centro de Operações
Zona Norte 
O jogo entre Botafogo e Resende pelo Campeonato Carioca no estádio Nilton Santos, o Engenhão, foi interrompido ainda no primeiro tempo por causa da chuva forte. Às 20h30, a partida recomeçou.
A Rua Haddock Lobo, na Tijuca, foi parcialmente interditada por conta de um bolsão d'água, na altura da Rua Engenheiro Adel. Equipes da Prefeitura atuam no local. No mesmo bairro, bombeiros foram acionados às 19h55 para um telhado que cedeu em uma cobertura na Rua Conde de Bonfim, 177.
Temporal atinge a região Central do Rio - Daniel Castelo Branco / Agência O Dia
Em Vila Isabel, devido à queda de árvore, a pista da esquerda do Boulevard 28 de Setembro, na altura da Rua Silva Pinto, foi interditada. Equipes da prefeitura já foram acionadas.
Zona Sul
O bairro do Catete registrou um bolsão d'água e interditou a Rua do Catete, na altura da Rua Silveira Martins por volta das 20h30. Equipes da Prefeitura trabalhavam no local.
A recomendação é para que motoristas, evitem circular pela Rua das Laranjeiras, em Laranjeiras, em direção ao Túnel Santa Bárbara. Na subida para o túnel, no sentido Centro, bem embaixo do Viaduto Engenheiro Noronha, a via está com bolsão d'água. 
Já no Jardim Botânico, a Rua Jardim Botânico está interditada devido a um bolsão d'água, na altura da Rua Professor Saldanha, sentido Lagoa. Centro de operações indica que motoristas não forcem a passagem por bolsões d'água.
O estágio de atenção é o terceiro nível em uma escala de cinco e significa que uma ou mais ocorrências já impactamo município, afetando a rotina de parte da população. Às 18h55, a cidade entrou em estágio de mobilização informando que poderia chover forte nas horas seguintes à mudança de estágio de mobilização.
Temporal atinge a região Central do Rio - Daniel Castelo Branco / Agencia O Dia


A prefeitura recomenda que a população tome as seguintes ações preventivas:

Não se desloque pelas regiões mais afetadas pela chuva;

Evite áreas sujeitas a alagamentos e/ou deslizamentos;

Não force a passagem de veículos em áreas aparentemente alagadas;

Em casos de ventos fortes e/ou chuvas com descargas elétricas, evite ficar próximo a árvores ou em áreas descampadas;

Em pontos de alagamento, evite contato direto com postes ou equipamentos que possam estar energizados;

Evite o contato com a água de alagamentos. A água pode estar contaminada e oferecer riscos à saúde;

Verifique se há sinais de rachaduras em sua residência. Ao perceber trincas ou abalo na estrutura, acione a Defesa Civil pelo número 199 e evite ficar em casa;

Moradores de áreas de risco precisam ficar atentos aos alertas sonoros. O acionamento das sirenes indica perigo de deslizamento. As pessoas devem se deslocar para os pontos de apoio estabelecidos pela Defesa Civil Municipal. Os locais são informados pelo número 199;

Fique atento às informações divulgadas pelos veículos de comunicação e nas redes sociais do COR;

Se necessário, use os telefones de emergência 193 (Corpo de Bombeiros) e 199 (Defesa Civil).
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários