Sarampo: Secretaria de Estado de Saúde realiza neste sábado o Dia D em cinco locais

Doses estarão disponíveis a pessoas entre 6 meses e 59 anos, das 8h às 17h

Por O Dia

-
Rio - A Secretaria de Estado de Saúde (SES) promove, neste sábado (01/02), o Dia D contra o Sarampo no Rio de Janeiro. A iniciativa acontece no Rio (no Leme e na Quinta da Boa Vista), Nova Iguaçu, São João de Meriti e Niterói, das 8h às 17h. Cinco caminhões itinerantes da SES estarão nesses locais com profissionais para aplicar a dose. A meta do governo estadual é imunizar 3 milhões de pessoas, entre seis meses e 59 anos, nos próximos meses. A recomendação é que gestantes e imunodeprimidos (pessoas cujo sistema imunológico está enfraquecido) não devem se vacinar.

"A Secretaria de Estado de Saúde está agindo de forma preventiva com relação ao sarampo ao promover a mobilização da população, e ao treinar médicos, enfermeiros e técnicos para identificar os sintomas da doença. Além disso, estamos utilizando caminhões itinerantes que vão rodar o estado estimulando a vacinação, que é a única forma de garantir a proteção contra a doença", explicou Edmar Santos, secretário de Estado de Saúde.

A mobilização contra o sarampo se justifica, tendo em vista os cerca de 15 mil casos da doença ocorridos em São Paulo, estado vizinho ao Rio e que contabilizou 14 mortes no ano passado. Existe a expectativa de o estado do Rio de Janeiro registrar mais de 10 mil casos este ano. O sarampo é altamente contagioso e pode levar à morte.

Para o Dia D, a Secretaria de Estado de Saúde programou cinco ações: Nova Iguaçu (Praça Rui Barbosa), São João de Meriti (Praça da Matriz), Niterói (entre o Terminal Rodoviário e a estação das Barcas), além do Leme (Praça Almirante Júlio de Noronha) e Quinta da Boa Vista (em São Cristóvão), essas últimas nas zonas Sul e Norte da capital, respectivamente. ODiaDganhará um reforço de 28 mil voluntários. Para isso, a Defesa Civil mobilizará sua rede em todo o estado (incluindo entidades religiosas e escoteiros) para convocar a população a participar da ação.

O Corpo de Bombeiros também apoiará oDiaDao abrir quartéis, das 8h às 14h, funcionando como pontos de vacinação. Ao todo, 18 unidades da corporação estarão engajadas neste sábado (veja a lista dos quartéis abaixo).

Sobre a doença


O sarampo é transmitido por meio da fala, da tosse e do espirro. Os principais sintomas são mal-estar geral, febre, manchas vermelhas que aparecem no rosto e vão descendo por todo o corpo, tosse, coriza e conjuntivite. A vacina é fornecida pelo Ministério da Saúde e estará disponível gratuitamente nos postos de saúde municipais.

Em 2020, de acordo com a Subsecretaria de Vigilância em Saúde da SES, foram notificados 89 casos de sarampo no Estado do Rio de Janeiro, distribuídos por Belford Roxo (6), Duque de Caxias (31), Magé (3), Nilópolis (1), Niterói (5), Nova Friburgo (2), Nova Iguaçu (8), Rio de Janeiro (22) e São João de Meriti (11). Em 2019, a SES registrou 333 casos da doença.

Casos em que a vacina não deve ser administrada

No caso de pessoas que apresentam doenças agudas febris moderadas ou graves recomenda-se adiar a vacinação até modificação do quadro com o intuito de não se atribuir à vacina as manifestações da doença. Também não é indicado o imunizante a quem recebeu imunoglobulina, sangue e derivados, transplantados de medula óssea, quem apresenta alergia ao ovo e gestantes.

Quartéis dos Bombeiros em que haverá vacinação, das 8h às 14h:


- 1ª Policlínica - Campinho
- 2º GBM - Méier
- 13° GBM - 2ª Odontoclínica de Campo Grande
- 1º GBM - Humaitá
- 12º GBM - Jacarepaguá
-Destacamento de Bombeiro Militar (DBM) 3/11 - Tijuca
- 17°GBM - Copacabana
- 20º GBM - São Gonçalo
- 2ª Policlínica - Nova Iguaçu
- Destacamento de Bombeiro Militar (DBM) 1/14 - São João de Meriti
- 14º GBM - Duque de Caxias
- Destacamento de Bombeiro Militar (DBM)4/4 - Seropédica
- 10º GBM - Angra dos Reis
- 16º GBM - Teresópolis
- 15º GBM - Petrópolis
- 6º GBM - Nova Friburgo
- Destacamento de Bombeiro Militar (DBM) 1/18 - São PedroD’Aldeia
- 4ª Policlínica - Campos de Goytacazes
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários