Deputado quer tirar concessão da CCR Barcas

Dionísio Lins apresentou Projeto de Lei para realização de nova licitação para o transporte hidroviário

Por Julia Noia*

Medida visa escolher novo concessionário para o serviço
Medida visa escolher novo concessionário para o serviço -

Mais um capítulo na novela entre a CCR Barcas e a Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). O deputado Dionísio Lins (PP-RJ), presidente da Comissão de Transportes, apresentou ontem um Projeto de Lei (PL) para transferir a gestão das atividades das barcas para o governo do estado até a realização de uma nova licitação e a escolha de uma outra concessionária.

Segundo Dionísio Lins, o PL é uma medida emergencial em decorrência dos prejuízos econômicos da CCR barcas e do "péssimo serviço oferecido aos funcionários". "Eu pedi que as operações das barcas fossem geridas pelo governador Wilson Witzel porque, com os R$ 5 milhões que a Alerj pretende repassar para a CCR Barcas, o governo do estado conseguiria manter o serviço", explicou.

O deputado apontou que o estado também poderia ter ajuda das atividades acessórias das barcas, como publicidade nas estações, aluguel de espaço para lojas, boxes e quiosques, e contratos com empresas de estacionamento. 

O PL está previsto para ser publicado no Diário Oficial de hoje, mas depois de conversar com o governador, o presidente da comissão informou que ainda devem ser cumpridas etapas jurídicas. Dionísio Lins aponta que deve ser firmada uma nova licitação com a Secretaria de Transportes (Setrans), entre dezembro deste ano e janeiro de 2021, para que uma nova concessionária fique encarregada das atividades das barcas.

* Estagiária sob orientação de Luiz Almeida 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários