Mortes violentas voltam a crescer

XXXXXXXXXXX

Por Maria Luisa de Melo

Depois de seis meses de queda nos registros de mortes violentas (soma dos casos de homicídios dolosos, mortes decorrentes de intervenção policial, latrocínio e lesão corporal seguida de morte), o estado voltou a ter aumento de ocorrências deste tipo em janeiro. As informações são do Instituto de Segurança Pública (ISP) e foram divulgadas ontem.

Desde agosto do ano passado, o número de mortes violentas no estado era mantido abaixo de 500. Em janeiro deste ano, subiu para 512. Mas os novos dados foram comemorados pelo governo do estado. Isso porque, na comparação de janeiro deste ano com o mesmo período do ano passado, houve redução de 562 para 512 casos.

"É importante comparar a incidência de crimes ao longo do mesmo mês em dois anos diferentes. Mas não se pode ignorar os meses anteriores, porque há uma percepção da população sobre eles", destacou o coronel Robson Rodrigues, ex-chefe do Estado Maior da PM.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários